Cidades

Teresina tem o maior índice de traumatismo craniano da América Latina

O psicólogo de trânsito Eduardo Moita informou que o Brasil é o segundo país mais violento do mundo no trânsito. E Teresina é a cidade […]

Publicado por: Luciano Coelho Repórter: Luciano Coelho 06/06/2019, 12:49

O psicólogo de trânsito Eduardo Moita informou que o Brasil é o segundo país mais violento do mundo no trânsito. E Teresina é a cidade da América Latina com o maior índice de traumatismo craniano.

Para o psicólogo, em entrevista na Teresina FM 91,9, falta respeito social e uma fiscalização mais orientativa. Ele considera que os motoristas dirigem mal por falta de educação de trânsito e um problema cultural.

Psicólogo Eduardo Moita nos estúdios da Teresina FM 91,9 comentando sobre o trânsito

Eduardo Moita comentou ainda sobre as modificações para a expedição de carteira nacional de habilitação (CNH) que existe um projeto para que seja emitida pelo Governo Federal e não pelos governos estaduais. E o prazo para renovação que passaria de cinco anos para dez anos e sem a requisição da quantidade de exames que são cobrados hoje.

Para o psicólogo, devem ser realizados exames periódicos para avaliar as condições médicas e psicológicas dos motoristas. “O Brasil gasta em média R$ 50 bilhões por ano com o atendimento e tratamento de acidentados de trânsito. Falta mais orientação e mais fiscalização com respeito á coletividade”, assinalou Eduardo, em entrevista à Teresina FM 91,9.

Leia também

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM