Propaganda do Governo do Estado do Piauí

Cidades

Sintetro mantém greve e passageiros ficam sem transporte em Teresina

O sistema de transporte deveria funcionar com 70% da frota nos horários de pico

Publicado por: Luciano Coelho Repórter: Luciano Coelho 28/10/2020, 12:48

Os motoristas e cobradores de ônibus confirmaram o movimento de greve nesta quarta-feira (28). O transporte público de Teresina está funcionando com a frota de ônibus reduzida e veículos alternativos. Apenas 117 veículos, entre ônibus e alternativos, estão circulando, atendendo a média de 47 mil passageiros na capital.

Motoristas paralisaram as atividades e fizeram protesto no centro de Teresina (Foto: divulgação)

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) informou que acompanha as negociações entre o sindicato dos trabalhadores (Sintetro) e das empresas (Setut).  Os motoristas e cobradores reivindicam o pagamento de ticket alimentação e plano de saúde. Os empresários alegaram que não assinaram o dissidio coletivo e não têm condições de pagar esses benefícios.

A Justiça do Trabalho já tinha determinado o funcionamento do sistema com 70% da frota no horário de pico e de 30% da frota no horário de entrepico sob pena do pagamento de multa ao Sintetro. Até a Polícia Federal foi acionada para garantir o cumprimento da determinação.

Motoristas e cobradores cobram o pagamento do ticket alimentação e do plano de saúde (Foto: divulgação)

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito fiscaliza o funcionamento do sistema de transporte em Teresina. O Setut acusa o Sintetro de impedir motoristas e cobradores de trabalharem e pede providências as autoridades.

Não conseguimos contato com o presidente da entidade que representa os motoristas e cobradores, Ajuri Dias, para tratarmos sobre o assunto. 

Multa

Nesta terça-feira (27), o Tribunal Regional do Trabalho (TRT) determinou aplicação de multa, no valor de R$ 100 mil, ao Sintetro devido ao descumprimento do dissídio coletivo realizado nos dias 13 e 14 deste mês. A entidade corre o risco de ser multada novamente. 

Confira a nota do Setut:

A ordem de serviço para a circulação da frota durante a greve, foi expedida pela Strans, de acordo com decisão do Tribunal Regional do Trabalho (TRT). Ao todo, seriam 70% da frota operante, aproximadamente 160 veículos, nos horários de pico e 30% da frota operante, com total aproximado de 75 veículos nos demais horários. Mas, infelizmente, as determinações não estão sendo cumpridas. O Sintetro através de piquetes (barreiras) impediu a chegada dos trabalhadores às garagens, e dessa forma, apenas 31 carros conseguiram ser disponibilizados pelas empresas, para a população teresinense.

Leia também

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM