Propaganda do Governo do Estado do Piauí

Educação

Deputados vão entrar na Justiça para regularizar a situação da Uespi

Os deputados de oposição fizeram uma vistoria no Campus Clóvis Moura da Universidade Estadual do Piauí (UESPI), no bairro Dirceu Arcoverde, encontraram lixo acumulado e […]

Publicado por: Luciano Coelho Repórter: Luciano Coelho 01/10/2019, 12:48

Os deputados de oposição fizeram uma vistoria no Campus Clóvis Moura da Universidade Estadual do Piauí (UESPI), no bairro Dirceu Arcoverde, encontraram lixo acumulado e o protesto dos alunos. Os parlamentares pretendem entrar na Justiça para que a situação da Uespi seja regularizada.

O governo informou que pretende fazer um cronograma para pagamento dos prestadores de serviços  e demais salários em atraso na instituição. Os estudantes alegam ainda a falta de professores para diversas disciplinas.

Deputados vistoriaram o campus Clóvis Moura, no bairro Dirceu Arcoverde

Os alunos afirmaram que não acreditam mais em promessas. A ideia é fazer a liberação de um suprimento de fundos emergencial para tentar regularizar a situação.

A deputada Teresa Britto afirmou que os deputados devem buscar medidas legais para resolver o problema da Uespi. Os deputados pretendem judicializar a questão.  “Vamos recolher maior número de documentos possíveis para encaminhar em uma possível ação judicial. A situação da Uespi é crítica. Os terceirizados paralisaram. Os seguranças vão fazer greve. Os alunos não merecem essa situação”, disse a deputada.

Estudantes temem perder o ano por conta da falta de professores e da paralisação dos prestadores de serviço

“Fazemos parte da comissão de Educação e vamos mostrar essa situação na Assembleia. É preciso que os deputados pressionem o governador para ter uma resposta. A Uespi não quer morrer”, comentou o deputado Gustavo Neiva que esteve no campus.

Leia também

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM