Esporte

Treinador do Popó ministra seminário em Teresina e elogia crescimento do boxe piauiense

Técnico do tetracampeão mundial de boxe ensinou fundamentos e noções do esporte a convite da federação local

Publicado por: Eric Souza 09/04/2022, 16:30

O treinador Ulysses Pereira é uma lenda viva do boxe nacional e internacional. Técnico da Seleção Brasileira da modalidade entre 1995 e 2001, também foi responsável pelo treinamento do tetracampeão mundial Acelino “Popó” Freitas, e esteve presente em suas quatro conquistas.

Na sua quinta passagem por Teresina, entre quinta (7) e sexta-feira (8), Pereira ministrou um seminário para outros treinadores e atletas de boxe profissional e amador, além de praticantes de Muay Thai e das artes marciais mistas (MMA), atendendo a convite do presidente da Federação Piauiense de Boxe (Fepibap), Marcos Oliveira.

Ulysses Pereira, à esquerda, e Marcos Oliveira, à direita (Foto: Divulgação/Arena Fight)

“O boxe tem crescido bastante no Piauí. Trouxemos uma equipe de árbitros do Conselho Nacional de Boxe (CNB) para a primeira etapa do Campeonato Piauiense de Boxe Amador, que ocorreu aqui no ano passado; além disso, um atleta do [presidente] Marcos foi a Belém e derrotou um atleta meu em uma luta profissional”, contou.

Durante os dois dias de seminário, realizado na Arena Fight, na zona Norte da capital, o técnico ensinou aos participantes as bases fundamentais do esporte, bem como noções e movimentos de combate. Ao final do segundo dia, todos os inscritos receberam um certificado e puderam tirar fotos e conversar brevemente com o professor.

“Acima de tudo, um boxeador precisa ter qualidade pessoal. Em qualquer profissão, você tem que ter um dom para ser o melhor no que faz; também é fundamental ser orientado, instruído por um bom mestre para ser exemplar dentro e fora do ringue”, considerou.

Técnicos, atletas e praticantes de boxe durante seminário ministrado por Ulysses Pereira (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

Pereira comentou ainda sobre a ascensão das lutas-exibição, em particular o embate entre seu pupilo Popó e o comediante piauiense Whindersson Nunes, ocorrido em janeiro deste ano. Na percepção do treinador, esse tipo de evento ajuda a popularizar ainda mais o boxe.

“A luta entre eles foi fantástica, estive presente e inclusive preparei o Popó. A galera mais nova, que não o conhecia, passou a pesquisar sobre a história dele e se interessar pelo esporte. Sem falar na tremenda repercussão: além dos três milhões de seguidores nas redes sociais, batemos o recorde de pay-per-view“, destacou.

O professor confirmou que há a possibilidade de Whindersson enfrentar o influenciador digital Jake Paul e ressaltou que o confronto entre Popó e José Aldo, ventilado no início do ano, não foi autorizado pelo Ultimate Fighting Championship (UFC), que possui contrato de exclusividade com Aldo.

Matéria relacionada:

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM