Esporte

Flu-PI comete dois pênaltis, perde novamente para o Moto Club e estaciona na Série D

Tricolor sofre gol no início da partida, balança as redes com Pio e Tarcísio, mas deixa a vitória escapar no Albertão

Publicado por: Eric Souza 11/06/2022, 21:03

Não deu para o Tricolor! O Fluminense-PI conheceu nova derrota para o Moto Club, mais uma vez por 3 a 2, na tarde deste sábado (11), no Estádio Albertão, em Teresina, pela nona rodada da Série D do Brasileirão.

Depois da derrota pelo mesmo placar, de virada, em São Luís, duas rodadas antes, o Vaqueiro Belchior buscava uma revanche contra a equipe do Maranhão para retornar ao G-4 do Grupo A-2. Entretanto, não foi isso o que aconteceu.

Papão do Norte vence a sétima e deslancha na liderança do Grupo A2 (Foto: Elziney Santos/FFP)

Bagunça na defesa do Flu, oportunismo do Moto

Logo aos dois minutos de partida, em um lançamento longo da área da defesa, o atacante Emerson Nike recebeu em ótima posição, aproveitou a desatenção da zaga do Flu-PI e bateu no cantinho do goleiro Nicolas para colocar o Moto Club na frente.

Nike, inclusive, infernizou a defesa do Tricolor e desperdiçou outras duas ótimas oportunidades. Do outro lado, Mário Sérgio, cujo último gol foi marcado justamente contra os visitantes, teve uma chance a mais, mas também não balançou as redes.

O Papão do Norte ampliou a vantagem com um pênalti bobo cometido pelo lateral Tiaguinho, que estendeu o braço e derrubou Nike na grande área. Dagson bateu como manda o figurino e fez o segundo dos maranhenses.

Em seguida, a torcida do Flu-PI se encheu de esperança com uma possível reação após linda troca de passes entre o meia Pio e Mário Sérgio, que resultou em uma pancada do capitão para diminuir o placar. No lance posterior, porém, o zagueiro Ramon cometeu outro pênalti e Dagson – novamente – meteu uma cavadinha para marcar o terceiro do Moto Club.

Flu-PI perde pela terceira vez e se complica na tabela da Série D (Foto: Elziney Santos/FFP)

Na volta do intervalo, uma inversão de jogo: o Vaqueiro passou a protagonizar os principais lances e encontrou as redes aos cinco minutos da etapa final, em uma cobrança de escanteio de Pio desviada no primeiro pau por Tarcísio. Dez minutos depois, Tiaguinho arriscou de muito longe, mas o goleiro Rodrigo fez bela defesa e afastou o perigo.

A última metade do segundo tempo ainda contou com sustos do Papão, diante do cansaço que se abateu sobre o elenco do Flu-PI. No fim das contas, a vitória ficou mesmo com o Moto, que se estabeleceu como líder absoluto com 21 pontos conquistados, a seis de distância do vice-líder Pacajus. O Tricolor, por sua vez, estacionou na quinta colocação, fora do G-4, com apenas dez pontos, e amarga uma sequência de sete jogos sem vencer.

O próximo compromisso da equipe é contra o 4 de Julho, no próximo sábado (18), na Arena Ytacoatiara, em Piripiri, pela décima rodada da Série D, a quatro jogos do término da fase inicial.

“Personalidade para atacar”, diz professor

Na avaliação de Júlio César Nunes, técnico do Moto Club, os espaços deixados pelo Fluminense-PI, sobretudo no setor defensivo, foram determinantes para o triunfo dos maranhenses.

“É um time de posse de bola, que propõe bastante, mas que permite brechas. Dessa forma, conseguimos contra-atacar, principalmente no primeiro tempo, de forma eficaz e construímos várias chances”, analisou.

Júlio César Nunes prega estilo de jogo ofensivo para o Rubro-Negro (Foto: Divulgação/Moto Club)

O professor destacou ainda que procurou incutir nos atletas uma “coragem” para se lançar ao ataque sempre que o momento exigisse.

“Acertamos que não ficaríamos somente na defensiva, mas avançaríamos quando tivéssemos a posse. Acredito que a estratégia funcionou, visto que eles ficaram com os dois zagueiros expostos e a ligação direta nas costas da defesa foi crucial para o gol do Nike”, considerou.

A comissão técnica e a equipe do Fluminense-PI optaram por não conceder entrevistas.

Matéria relacionada:

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM