Propaganda do Governo do Estado do Piauí

Esporte

Éder Militão: “Dei a volta por cima e estou aqui”

Zagueiro do Real Madrid sofreu grave lesão no joelho esquerdo em agosto e traçou como meta disputar a Copa América

Publicado por: Caio Rabelo 19/06/2024, 10:33

A Copa América era o principal objetivo do zagueiro Éder Militão. Logo após sofrer uma grave lesão no joelho em agosto, o jogador do Real Madrid decidiu que disputar a competição nos Estados Unidos pela Seleção Brasileira seria a sua principal meta na retomada da carreira. E ele conseguiu. Militão é um dos convocados pelo técnico Dorival Júnior para participar da Copa América, que será aberta na quinta-feira (20) em Atlanta.

“Tive apoio da minha família e de companheiros para dar a volta por cima. Principalmente o carinho do Jaime (Moreno, fisioterapeuta) do Real Madrid me deu muito suporte, passamos muito tempo juntos no início. Falei para ele que meu pensamento era voltar para ajudar na Copa América, era uma competição que queria estar e fazer parte desse grupo. Fiquei fora de convocações do Diniz, do Dorival, mas dei a volta por cima e estou aqui”, disse o zagueiro do Real Madrid, durante a entrevista coletiva realizada nesta terça-feira (18) em Orlando, onde o Brasil se prepara para a disputa do torneio.

Foto: Rafael Ribeiro/CBF

Militão rompeu o ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo na abertura do Campeonato Espanhol, no dia 12 de agosto. Na entrevista, ele lembrou da lenta recuperação para voltar a jogar.

“Foi uma lesão muito difícil. Você não pode dar passos maiores que a perna. Precisei depender 100 % de ajuda nos primeiros meses. O metal tem que estar muito forte. Você fica se perguntando os motivos pelos quais isso aconteceu. Mas consegui me recuperar e estou aqui para ajudar a Seleção”, disse o zagueiro, que foi titular na vitória contra o México, por 3 a 2, no Texas, no dia 8, o primeiro amistoso do Brasil na fase de preparação para o torneio.

Militão já foi campeão da Copa América. Ele participou da campanha da conquista da edição de 2019, vencida pela Seleção no Maracanã. Na ocasião, o Brasil derrotou o Peru, por 3 a 1, e levantou o troféu pela nona vez.

“Foi um dos meus primeiros anos, eu fico feliz de ter uma Copa América. Manter nossa união, todo esse tempo que estou aqui. Nossa alegria, o conjunto que temos nesse tempo mesmo com saída e entrada de jogadores segue a mesma alegria. É levar isso para dentro de campo. Copa América é detalhe. Levar essa garra e alegria para dentro de campo”, disse o jogador.

Nesta quinta, a delegação brasileira deixa Orlando e embarca para Los Angeles, onde fará o jogo de estreia. Na segunda (24), a Seleção enfrenta a Costa Rica, no SoFi Stadium. Paraguai e Colômbia fazem também parte do grupo do Brasil na primeira fase da Copa América.

 

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM