Geral

Novos ataques a protestos em Mianmar deixam ao menos 13 mortos

Mais de 850 manifestantes pró-democracia foram mortos pelas forças armadas desde o golpe militar de 1º de fevereiro, segundo a Associação de Assistência a Prisioneiros Políticos

Publicado por: Lilian Oliveira 07/04/2021, 18:49

Manifestações contrárias ao golpe militar em Mianmar registraram confronto com as forças de segurança que abriram fogo e mataram ao menos 13 pessoas nesta quarta-feira (7) em diversas partes do país, segundo informações da imprensa local.

De acordo com a Associação de Assistência a Prisioneiros Políticos, mais de 850 pessoas foram mortas durante protestos no país desde o golpe de 1º de fevereiro.

Manifestantes pró-democracia queimam bandeira chinesa em Mianmar, em foto de 5 de abril de 2021 (Foto: Reuters)

Ao menos 11 dos mortos foram baleados em um protesto na cidade de Kale, no noroeste do país, segundo reportagem do site Myanmar Now. Outros dois morreram durante a repressão a outra manifestação em Bago, próxima a Yangon, maior cidade do país.

A tomada do poder pelos militares desencadeou a maior onda de protestos pró-democracia em décadas no país.

Fonte: G1

Leia também

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM