Propaganda do Governo do Estado do Piauí

Em Tempo

Deu n’O Antagonista.

A Polícia Federal diz, nos bastidores, não ter dúvidas de que os quatro suspeitos presos nesta terça-feira foram os responsáveis por acessar mensagens do procurador Deltan Dallagnol e por tentar invadir os telefones do ministro Sergio Moro.

Segundo a Crusoé, os investigadores tentam descobrir agora se há outros envolvidos e se houve pagamento pela ação hacker.

O presidente Bolsonaro, se vier mesmo a Parnaíba no dia 14 de agosto, como se espera, será agraciado com alguns mimos.

Um deles, o título de cidadão parnaibano, que será concedido também à sua mulher, Michele, já foi aprovado pela Câmara  Municipal.

O outro, a inauguração de uma escola militar com o  seu nome.

 

A palavra golpe continua na moda.

Agora é o vereador Dudu que se queixa de está sendo vitima de golpe dentro do PT.

E acusa diretamente o deputado Assis Carvalho e seu grupo.

João Vicente Claudino resolveu entrar com os dois pés no governo.

Foi convidado e aceitou presidir o Conselho de Desenvolvimento Econômico, órgão ainda a ser criado.

Alguns aliados de JVC não gostaram nem um pouco.

O PSDB do Piauí quer melar o empréstimo de 1,5 bilhão de reais que o governo do estado pretende conseguir.

Luciano Nunes, o presidente do partido, alega que o governo está endividando o estado e que isso pode trazer sérios problemas no futuro.

Nada, mas nada mesmo, garante sucesso à ação da oposição.

Antônio Neto, secretário de Planejamento do Piauí, resolveu tranquilizar o servidor público.

Segundo ele, não existe risco de atrasar salários neste momento.

O que não significa dizer que a previsão seja de céu de brigadeiro até o fim do mandato.

De qualquer forma não deixa de ser um grande alívio.

 

Niede Guidon cobrou do governo federal o funcionamento do aeroporto de São Raimundo Nonato.

O governo admite que pode suprir algumas deficiências, mas não pode tudo.

Não pode, por exemplo, pegar pessoas no laço e colocar dentro de aviões.

A Serra vai ter que se rebolar para chamar a atenção.

 

Firmino Filho e Fábio Abreu estão como aqueles

meninos danados que fazem aprontam na rua e negam quando chegam em casa.

Falam de política quando se encontram e negam depois.

Mas não enganam.

Afinal, políticos quando se encontram falam de políticas.

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM