Propaganda do Governo do Estado do Piauí

O ano novo

12 de dezembro de 2019

O Ano Novo é sempre motivo de alegria.

Ano Novo é esperança, é a certeza de que tudo vai melhorar.

Ano Novo é convicção de que o pior já passou.

É Tempo de rever o que precisa ser melhorado dentro e fora de nós.

É Tempo de pensar mais no outro.

É Tempo de valorizar a família, tempo de fazer bem aos animais e a natureza.

É Tempo de se amar mais, é tempo de plantar novos sonhos.

É Tempo de buscar mais a Deus e de agradecer.

É Tempo de viver tudo que se teve vontade, mas não se viveu.

 

 

Que em 2020 possamos exercitar os músculos de nossa alma na academia de nossa existência.

Como diz o escritor Júlio Ramos, autor do livro Jaçanã, que troquemos o dar esmolas, por doar esperanças de modo a voltarem a vida os mendigos que são literalmente nossos.

Que troquemos a ideia de que os professores não fazem mais que sua obrigação pelo carinho e respeito fiel da responsabilidade que eles de fato exercem.

Que também troquemos aquele desespero pela hora que não passa no trabalho, pela paciência artesanal em concluir com qualidade o que fazemos.

Que permitamos que a vaidade se manifeste apenas na beleza física, se abstendo das ideias cotidianas.

Que troquemos a estúpida vontade em sermos donos da razão pelo perspicaz entendimento de que estamos ainda em aprimoramento.

Que troquemos também a desagradável impaciência pela calmaria que sempre se mostra solicita.

Que as dores e as fraquezas de nossa matéria, seja por nós trocados pela força e fé existente em nosso espírito.

Que concluamos que a palavra amigo é tão forte quanto a palavra amor.

Que troquemos os sentimentos ruins quando ouvimos um não, pelo entendimento de que esse é apenas momentâneo.

Que ao ouvirmos um sim, ele além de entendido, seja também sentido não apenas escutado.

Que em época de eleições, troquemos o desinteresse egoísta e particular pelo interesse do bem comum.

Que fortes mesmo são os humildes, não os fortes propriamente ditos.

Que venhamos entender que se num relacionamento amoroso o amor não se manifesta, não é por que ele não existe, mas que ele se revela noutro lugar

Que decifremos que na matemática da vida não é o sucesso quem vem a nós… Nós, na companhia da honestidade, é que devemos seguir até ele.

Que nos cientifiquemos que são os filhos os nossos professores, não o contrário disso e devemos ter paciência com eles.

Que aceitemos que para tudo que nos é enviado na vida Deus tem lá as suas razões.

Feliz ano novo a todos!

Leia também

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM