Propaganda do Governo do Estado do Piauí

Fraternidade

13 de maio de 2020

O 13 de maio é conhecido no Brasil por ser o dia da aparição de Nossa Senhora. Afinal, o Brasil é um país de devotos.

Mas é também a data em que o Brasil se tornou um dos últimos países do mundo a abolir o cruel regime da escravidão.

Sempre fomos uma contradição.

Somos o maior país católico do mundo, veneramos Nossa Senhora, a mãe de Deus, mas somos escravagistas, mantínhamos nossos irmãos de cor no cativeiro.

Mas desde 1961, também festejamos no 13 de maio o Dia da Fraternidade Brasileira.

Esta data, criada por iniciativa da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, a CNBB,  celebra um dos valores mais importantes para manter a união e a paz numa sociedade: a fraternidade.

A ideia da fraternidade está baseada no conceito de que todos os seres humanos são iguais e, neste sentido, devem ser tratados igualmente com dignidade e respeito.

A fraternidade faz com que todos os seres humanos sejam igualados ao status de irmãos, devendo possuir direitos iguais, independente da orientação sexual, etnia, religião ou classe econômica.

Charles Chaplin, o grande artistas inglês dos tempos do cinema mudo, dizia que a ambição envenenou a alma dos homens, ergueu um muro de ódio ao redor do mundo, nos atirou dentro da miséria e também do ódio.

Desenvolvemos a velocidade, mas nos fechamos em nós mesmos.

As máquinas que trouxeram mudanças nos deixaram desamparados.

Nossos conhecimentos nos deixaram cínicos.

Nossa inteligência nos deixou duros e impiedosos.

Nós pensamos demais e sentimos muito pouco.

Mais do que maquinaria, nós precisamos de humanidade.

Mais do que inteligência, precisamos de bondade e compreensão.

Sem estas qualidades a vida será violenta e estaremos todos perdidos.

O aeroplano e o rádio nos aproximam, e a própria natureza destes inventos demonstram a divindade do homem. Exige uma fraternidade universal para a unidade de todos nós.

Concluo citando Dalai Lama:

Se existe amor, há também esperança de existirem verdadeiras famílias, verdadeira fraternidade, verdadeira igualdade e verdadeira paz.

Se não há mais amor dentro de você, se você continua a ver os outros como inimigos, não importa o conhecimento ou o nível de instrução que você tenha, não importa o progresso material que alcance, só haverá sofrimento e confusão no cômputo final.

O homem vai continuar enganando e subjugando outros homens. Basicamente, todo mundo existe na própria natureza do sofrimento, por isso insultar ou maltratar os outros é algo sem propósito.

O fundamento de toda prática espiritual é o amor.

Que você o pratique bem é meu único pedido.

A árvore da esperança de um mundo melhor, deve ser regada com amor,

 paz e fraternidade

Leia também

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM