Propaganda do Governo do Estado do Piauí

O pecado da mentira

1 de julho de 2020

 Em nossos tempos de criança ouvíamos de nossos pais que mentir faz crescer o nariz.

Mentir é feio.

Mentir é pecado.

Aprendemos que mentira tem perna curta.

As voltas do mundo estão aí para confirmar.

O episódio da escolha do novo ministro da educação, cujo curriculum é questionado, é um exemplo bem real e bem atual de que mentir nunca é bom.

Não à toa São Tomaz de Aquino coloca a mentira entre os mais graves pecados do homem.

Com nossos pais aprendemos também que não há mentira que sempre dure e nem verdade que não venha a tona.

Ao mentir, o homem afirma ser verdadeiro aquilo que antecipadamente sabemos ser falso.

Mentir é não contar a verdade ou negar o conhecimento sobre alguma coisa que é verdadeira.

Enfim, a mentira é um ato de enganar, iludir, ludibriar.

A mentira, infelizmente, se aplica em praticamente tudo nesse mundo.

Hoje, usa-se a mentira para encobrir crimes; usa-se a mentira para atribuir a outros uma culpa que é sua; usa-se a mentira para despistar, para encobrir alguma falta.

A mentira está presente diariamente na vida de todo o ser humano que vive em convívio social.

A mentira pode ser classificada em diferentes níveis.

Vai desde a mentira inofensiva, que possui uma finalidade benevolente, até aquela mentira que tem o objetivo de prejudicar a vida de outra pessoa, por vingança ou maldade ou para safar-se de uma situação indesejada.

Tudo isso pode ser observado a olho nu, por onde você passa, no dia a dia das pessoas.

Se aprendemos que não há mentira que sempre dure também temos a certeza de que não há nada oculto que um dia não seja revelado.

Os evangelistas Marcos, Mateus e Lucas escreveram isso em seus evangelhos.

Marcos foi claro:

Porquanto não há nada oculto que não venha a ser revelado, e nada escondido que não venha a ser conhecido e trazido à luz. 

E acrescenta:

Um dia tudo que é feito em segredo será revelado.

Atitudes, pensamentos, desejos.

Não haverá mais como esconder qualquer pecado ou vício.

Um dia todos verão.

Segundo São Lucas, ninguém acende uma candeia e a esconde num jarro ou a coloca debaixo da cama.

Ao contrário, coloca-a num lugar apropriado, de modo que os que entram possam ver a luz.

Mentir, com certeza, não é a melhor opção.

Mentir em horas decisivas pode até adiar por mais algum tempo determinadas situações, mas um dia essa mentira será revelada.

E ao ser revelada a mentira você também se revelará.

E se revelará por inteiro, de corpo e alma.

Portanto ainda é aconselhável que sigamos os conselhos de nossos pais e que nunca esqueçamos que mentir é pecado e faz crescer o nariz.

Mentir é feio.

Leia também

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM