Propaganda do Governo do Estado do Piauí

O eleitor e o voto

22 de julho de 2020

Com a aproximação de mais um pleito eleitoral é impossível não falar de política, é impossível não falar de eleição.

Eleição – assim como conhecemos hoje no Brasil – é uma conquista recente.

A eleição no Brasil não é um presente, não caiu do céu.

A eleição no Brasil é uma conquista, é  uma grande conquista do povo brasileiro, que surgiu após anos e anos de muita luta.

Viemos de um tempo em que o voto era exclusivo dos ricos, dos fazendeiros.

E mesmo assim apenas para homens maiores de 25 anos.

Desde essa época, desde o Império, desde a época dos reis, o brasileiro já cobrava o direito ao voto livre para a eleição do parlamento imperial.

O brasileiro queria ter o direito de escolher seus representastes.

E queria escolher pelo voto secreto.

Para que se tenha uma ideia das dificuldades, só na década de 30 a mulher brasileira teve direito ao voto.

Mulher não votava, era proibido.

Foi à conta-gotas, mas conquistamos o direito ao voto livre e secreto.

Foi também no grito que reconquistamos o direito de votar quando esse direito nos foi tirado pela ditadura militar que se instalou no Brasil em 1964.

O voto, portanto, foi uma conquista que exigiu muito do povo brasileiro, exigiu até o sangue de muitos de nossos antepassados.

Ainda hoje o voto continua exigindo muito de todos nós.

Não podemos, pois, continuar decepcionando aqueles que tanto lutaram por essa conquista no passado.

Temos que honrar a memória dos nossos antepassados com o nosso voto.

Vamos honrar a memória dos que lutaram votando consciente.

Voto consciente que, aliás, é a grande exigência do ato de votar.

Vamos usar a nossa consciência como arma de defesa para as armadilhas que os espertos com certeza tentarão colocar em nosso caminho.

Esperteza, afinal, é o que não falta aos nossos políticos.

Numa democracia – como já disse – o voto tem uma importância fundamental.

Além de ser um ato de cidadania, votar é um gesto que vai definir o futuro não apenas de quem vota, mas de toda a população.

É com o voto, é com esse simples ato de votar, que vamos dizer o que queremos e quem queremos.

É com este simples gesto de votar que vamos aprovar ou reprovar o que vem acontecendo em nosso país, no nosso estado, em nossa cidade.

Por ter essa importância toda, o voto tem que ser uma coisa pensada, bem pensada.

Tem que ser uma coisa bem analisada, estudada.

Afinal, só com o voto podemos mudar os rumos da história.

Não com um voto qualquer, mas com um voto verdadeiramente consciente.

Leia também

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM