PF investiga superfaturamento de 130% no material vendido à Sesapi

12 de janeiro de 2021

Segundo a investigação da PF, o superfaturamento nas compras feitas no período da pandemia para abastecer hospitais no tratamento de pacientes contaminados pelo coronavírus. A média  do sobrepreço é superior a 130%. Por exemplo, uma cama de hospital foi comprada por R$ 1.123,00  e foi vendida pelo valor R$ 2.750,00.  Um sobrepreço de 133%. Uma maca foi adquirida por  R$ 638,00 e vendida para a Sesapi por R$ 1.374,00, um lucro superior a 131%.

Leia também

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM