Associação diz que diretor denunciou policial porque estava sendo denunciado

13 de maio de 2022

O presidente da Associação dos Policiais Penais do Estado do Piauí (Agepen-PI), Marcos Paulo Furtado, após um policial penal ser preso sob acusação de torturar e estuprar detentas na Penitenciária Feminina de Picos, afirmou que a prisão foi uma armação do diretor do presídio, em represália pelo fato do policial ter denunciado irregularidades no presídio. De acordo com Marcos Paulo, o diretor da Penitenciária Feminina de Picos, Danilo Hipólito Monteiro, não cumpre os requisitos legais para ocupar o cargo, e isso estava sendo denunciado pelo policial penal que foi preso.

 

Leia também

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM