Juiz federal manda soltar mulher que se passava por neurologista

18 de maio de 2022

A mulher presa em flagrante pelo exercício ilegal da Medicina, Iaponyra Soares Sousa e Silva, foi solta em audiência de custódia com autorização do juiz federal Bruno Christiano Cardoso. Ela responde por estelionato por usar o CRM-PI de uma médica que atuava em Miguel Alves. Iaponyra tinha sala alugada no centro onde atendia cobrando R$ 500 por consulta. Ela tinha na bolsa carimbos, receituário e guias de consulta.

Leia também

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM