Em Tempo

Doutor Pessoa tá na estrada.

Domingo foi à Casa Frederico Ozanan, zona Norte de Teresina, comemorar seus 73 anos de vida.

Por lá apareceram Themistocles Filho, Robert Rios e outros menos votados.

Valdeci Cavalcante não tem papa na língua.

Respondendo aos que reclamam do nome do presidente Jair Bolsonaro a uma escola militar do Sesc.

Segundo ele, o PT nunca reclamou quando o Sesc homenageou seus líderes.

Entre eles Wellington Dias.

O que vem por aí.

A Secretaria de Segurança Pública estuda fechar delegacias e polícia à noite.

A ideia é liberar mais policiais civis para as ruas.

Já que nos DPs à noitre funcionam como simples vigias.

Deu n’O Antagonista.

  

Em live nas redes sociais, ontem à noite, Jair Bolsonaro voltou a criticar a cobertura da imprensa sobre o seu governo.

O presidente prometeu divulgar os gastos com o cartão corporativo e encaminhar aos veículos de comunicação.

“Eu vou abrir o sigilo do meu cartão. Para vocês tomarem conhecimento quanto gastei de janeiro até o final de julho. Ok, imprensa? Vamos fazer uma matéria legal?”, disse Bolsonaro.

“Gostaria que a imprensa fizesse uma materiazinha com o meu gasto com cartão corporativo. Não vou falar quanto gastei, não. Está desafiada a imprensa. Vou com vocês, na boca do caixa, digito a senha e vai aparecer todo meu gasto com cartão corporativo.”

O governo mudou de ideia.

Este ano não haverá recadastramento de servidores estaduais.

Dizem as más línguas que a culpa é do caixa oficial, que anda cada vez mais baixo.

 

Os pré-candidatos a vereador de Teresina pelo PP entraram em estado de alerta máximo.

O porta-voz do grupo, vereador R.Silva, explica que todos eles, sem exceção, estão preocupados com os novos filiados que estão chegando.

Tipo Graça Amorim e Ítalo Barros.

O deputado Ziza Carvalho anda encafifado com a morte da Ursa Rowena, em São Paulo.

Ele quer saber bem direitinho o que aconteceu com o animal que aqui era chamado de Marsha.

O deputado estranha que o tal Rancho dos Gnomos não tenha divulgado a causa mortis.

 

O ex-governador Wilson Martins jura que tá fora desse negócio com a  cervejaria Petrópolis.

Ele explica que realmente começou as tratativas para a instalação de uma fábrica de cerveja no Piauí.

Mas não passou disso.

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM