Polícia

Autoridades de segurança confirmam duas facções criminosas em Teresina e cidades do interior do estado

Medidas de segurança estão em andamento

Publicado por: Lilian Oliveira 30/03/2021, 16:27

Nesta semana a rádio Teresina FM está apresentando a série de reportagens especiais facções criminosas, o crime em potencial no Piauí.  

Em Teresina, nos anos oitenta, a venda de entorpecentes iniciou com pequenos e médios traficantes. as vendas eram drogas sintéticas como o lança perfume para  as camadas médias  da população. na década  de noventa  as gangues  assustaram  a população com ameaças  e até  homicídios. após  quarenta  anos esse cenário mudou para crimes ainda mais graves.

O primeiro trabalho que mapeia a dinâmica da chegada das facções criminosas no Piauí  é a dissertação de mestrado do sociólogo Marcondes Brito. Ele afirma que o tráfico de drogas começou na zona norte de Teresina. As facções criminosas atuam em vários ramos, o tráfico de drogas é o principal deles, pois, é o mais lucrativo, de acordo com o sociólogo.

(Foto: Divulgação/Polícia Civil -PI)

Os grupos  de facções criminosas começaram em Teresina no ano de 2010, na penitenciária José Ribamar Leite, a casa de custódia, foram denominados de bonde dos 40 e comando vermelho. Hoje, existe o pcc.

Nacionalmente, em 2017 o PCC – primeiro comando da capital, com origem  em São Paulo, decidiu não apenas estar no tráfico de drogas, mas  também controlar as rotas de produção para aumentar o lucro e melhorar os índices percentuais de arrecadação.

O tráfico internacional de drogas passa pelo Piauí com a grande comercialização da  maconha. Para o pesquisador, o governo do Piauí demorou a combater essa modalidade criminosa.

Sede da Secretaria de Segurança Pública do Piauí (Foto: divulgação)

A reportagem procurou o diretor de inteligência da Secretaria Estadual de Segurança Pública do Piauí, delegado Carlos César, que confirmou a  existência de duas facções criminosas em Teresina e em cidades do interior. 

A polícia civil já sabe que o perfil dos criminosos é variado, a origem de cada facção criminosa começa no sistema penitenciário, os integrantes são responsáveis por assaltos a mão armada, tráfico de drogas e homicídios.

Sobre as  investigações e as armas usadas nos crimes, o delegado falou sobre o trabalho da polícia e disse que as autoridades de segurança pública do Piauí estão fazendo um trabalho importante para evitar os grupos criminosos.

A polícia do Piauí realizou nos últimos dois anos duas operações, onde foram presos membros de facções criminosas, foi informado que não há no estado o domínio de bairros e cidades por facções criminosas. Os agentes de investigação confirmam apenas a presença de integrantes de facções.

O coordenador de inteligência finalizou a entrevista dizendo que o sistema penitenciário brasileiro precisa de uma reformulação.

 

Por Felipe Reis 

Leia também

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM