Polícia

PF deflagra crimes previdenciários em três cidades do Piauí

Os criminosos recebiam pagamentos irregulares

Publicado por: Camila Sampaio 20/05/2021, 09:52

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira (20) a operação DOLOS para reprimir crimes previdenciários nas seguintes cidades do Piauí: Parnaíba, Cocal e Cocal dos Alves. A atividade teve a participação de 30 policiais federais para cumprirem cinco mandatos de busca e apreensão.
A ação teve também outras medidas cautelares restritivas em desfavor dos investigados e contou com coordenação geral de Inteligência previdenciária e Trabalhista do Ministério da Economia.

 

Polícia Federal em atuação na operação DOLOS. Foto: Divulgação

Durante a investigação, foi identificado que os criminosos atuavam na concessão e recebimento irregular de aposentadorias, auxílios-doença e licença maternidade. O grupo era formado por servidor do INSS, presidente de sindicato, intermediadores/captadores de pessoas e documentos, e agiotas. As fraudes eram processadas na Agência da Previdência Social de Parnaíba (PI), mediante falsificação de documentos emitidos pelo Sindicato de Trabalhadores Rurais de Cocal dos Alves (PI).

PF na operação DOLOS. Foto: Divulgação

A estimativa de prejuízos, é de R$ 4 milhões, apenas no modal auxílio-maternidade considerando dados do IBGE relativos aos anos de 2010 a 2019, período em que se verificou que foram concedidos duas vezes mais benefícios que o total de crianças nascidas na localidade.

Os envolvidos devem ser indiciados pelos crimes de falsificação de documentos, estelionato e formação de quadrilha.

Leia também

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM