Polícia

Ministério Público condena homem a 17 anos de prisão por homicídio qualificado no Piauí

Crime ocorreu em outubro de 2017, quando o réu assassinou outro homem com tiros nas costas

Publicado por: Eric Souza 17/11/2021, 08:21

O Ministério Público do Piauí (MP-PI), por meio da Promotoria de Justiça de Simplício Mendes, obteve a condenação de Gilson José de Carvalho por homicídio duplamente qualificado, praticado contra Rafael de Sousa Santos, por motivo fútil e pelo uso de recurso que impossibilitou a defesa da vítima. O julgamento aconteceu na última sexta-feira, 12 de novembro, no Fórum de Simplício Mendes, a 391 km de Teresina.

Foto: Reprodução/YouTube

Em 8 de outubro de 2017, por volta de 2h30min, em um clube localizado na localidade Salinas, zona rural de Campinas do Piauí, o réu disparou quatro tiros contra Rafael Santos. Os tiros o atingiram nas costas. A vítima morreu no dia 23 de dezembro de 2017, no Hospital Getúlio Vargas em Teresina. O delito foi tipificado no artigo 121, §2º, incisos II e IV, do Código Penal.

O conselho de sentença acatou a tese apresentada pelo Ministério Público e condenou Gilson Carvalho a 17 anos e 3 meses de reclusão. Atuou como representante do Ministério Público Estadual o promotor de Justiça Sebastião Jackson Santos Borges.

A sessão do Tribunal do Júri foi transmitida pelo canal da Vara Única da Comarca de Simplício Mendes, no YouTube.

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM