Polícia

Julgamento de ex-policial acusado de matar cabo da PM é remarcado para 24 de maio

Francisco Borges assassinou a tiros Samuel Borges em fevereiro de 2019; sessão foi adiada duas vezes

Publicado por: Eric Souza 14/05/2022, 10:16

O ex-policial militar Francisco Ribeiro será julgado em 24 de maio pela 1ª Vara do Tribunal do Júri de Teresina por ter assassinado a tiros o cabo Samuel Borges em fevereiro de 2019.

A sessão, inicialmente marcada para outubro do ano passado, foi adiada a pedido do advogado de defesa de Ribeiro; o réu precisou se submeter a uma cirurgia.

Francisco Ribeiro e Samuel Borges (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

Depois, o juiz Antônio Reis Nolêto marcou uma nova data, 30 de março, mas o julgamento teve de ser adiado novamente, mais uma vez por solicitação da defesa.

Entenda o caso

O cabo da PM do Piauí Samuel Borges, que tinha 30 anos à época do crime, saiu para deixar o filho na escola e avistou Francisco Ribeiro, com duas armas, em uma motocicleta sem placa.

A vítima então decidiu seguir o homem e os dois tiveram uma discussão no bairro Jóquei, zona Leste de Teresina, quando o réu atirou três vezes em Samuel, que morreu no local.

Ribeiro, que pertencia ao 11º Batalhão da PM de Timon, foi preso imediatamente após o incidente e expulso da corporação em 2021. Ele também responde a três processos por homicídio na Justiça do Piauí.

Matéria relacionada:

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM