Polícia

Alunos da UFPI denunciam assaltos no Campus Ministro Petrônio Portella

Os alvos são alunos e funcionários nas paradas de ônibus

Publicado por: Caio Rabelo 22/06/2022, 10:53

Os alunos da Universidade Federal do Piauí (UFPI), do Campus Ministro Petrônio Portella, em Teresina, tem sofrido no retorno das aulas presenciais. Nas redes sociais e grupos em aplicativos de mensagem são inúmeros relatos de arrastões e roubos de celulares.

Segundo os relatos, os ataques aconteceram nesta terça-feira (21). Os alvos são alunos e funcionários nas paradas de ônibus, enquanto aguardam o transporte público durante a tarde e noite.

Campus Ministro Petrônio Portella, na zona Leste de Teresina (Foto: Divulgação/UFPI)

Em uma das mensagens recebidas pela reportagem da Teresina FM, um aluno alerta para o perigo em diversos setores da universidade. “Atenção! onda de assaltos dentro das paradas de ônibus da UFPI, principais pontos: CCE, CT e CCHL. Tomem cuidado!!!

Foto: Reprodução/WhatsApp

Em nota, a Universidade Federal do Piauí (UFPI) ressalta que reforçou a segurança do campus e solicitou à Polícia Militar maior número de rondas.

“Houve reforço das ações da Divisão de Vigilância, com atuação de 186 profissionais, entre vigilantes desarmados e armados, efetivos e terceirizados. Em horários de pico, as ações se intensificam com duas viaturas e três motos que fazem rondas no campus. Realizou-se, inclusive, ajuste de horários de atuação dos vigilantes para melhor atender às necessidades dos públicos-alvo no retorno presencial. A Administração Superior da UFPI também solicitou à Polícia Militar rondas mais frequentes na área do campus”, destaca a nota.

Confira a nota na integra:

A Universidade Federal do Piauí (UFPI) informa que realizou um planejamento estratégico que abrange todos os setores para garantir o retorno presencial seguro à comunidade acadêmica e que o novo semestre letivo teve início na segunda-feira, dia 20, sem relatos de anormalidades e contratempos.

No que tange à área de segurança, houve reforço das ações da Divisão de Vigilância, com atuação de 186 profissionais, entre vigilantes desarmados e armados, efetivos e terceirizados.

Em horários de pico, as ações se intensificam com duas viaturas e três motos que fazem rondas no campus. Realizou-se, inclusive, ajuste de horários de atuação dos vigilantes para melhor atender às necessidades dos públicos-alvo no retorno presencial.

A Administração Superior da UFPI também solicitou à Polícia Militar rondas mais frequentes na área do campus, colaboração sempre valorizada pela atual gestão da Universidade. A UFPI lamenta o ocorrido e reforça que continuará atuando em prol da segurança da comunidade acadêmica.

Aulas presenciais retornaram nesta segunda (20)

As atividades presenciais da Universidade Federal do Piauí (UFPI) retornaram nesta segunda-feira (20). A retomada foi autorizada pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepex) da instituição devido à diminuição das taxas de infecção por Covid-19 e a publicação de normativas estaduais que permitem a flexibilização das medidas de segurança.

Em reunião realizada pelo Comitê Gestor de Crise (CGC) na última quarta-feira (15), o uso obrigatório de máscaras é a principal medida de segurança a serem adotadas contra o novo coronavírus, além da apresentação do comprovante vacinal atualizado e da observação da higiene pessoal por toda a comunidade acadêmica.

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM