Propaganda do Governo do Estado do Piauí

Política

Ex-ministro piauiense recebe título de cidadão cearense

O piauiense Antônio de Pádua Andrade, ex-ministro da Integração Nacional, no governo Michel Temer, foi agraciado com o titulo de cidadão cearense na Assembleia Legislativa […]

Publicado por: Luciano Coelho Repórter: Luciano Coelho 09/12/2019, 12:21

O piauiense Antônio de Pádua Andrade, ex-ministro da Integração Nacional, no governo Michel Temer, foi agraciado com o titulo de cidadão cearense na Assembleia Legislativa do Ceará.

“Quero relatar aqui a minha alegria e grande  honra de ser lembrado pelo meu amado povo cearense por meio deputado estadual Leonardo Araújo, autor da preposição para me conceder  tão honrado título. Quero  destacar aqui  o meu carinho muito especial pelo Estado do Ceará. Foi lá que eu me graduei como engenheiro. E, recentemente, entre 2017 e 2018, tive a oportunidade de contribuir tecnicamente com a maior obra hídrica do Governo Federal, que é o Projeto São Francisco e que beneficiará mais de 4,5 milhões de cearenses”, frisou o agraciado Pádua Andrade.

Antônio de Pádua Andrade esteve com a família na solenidade na Assembleia Legislativa do Ceará

“Com a graça de Deus e apoio do atual governador do Estado do Pará, Helder Barbalho, estive à frente da Secretaria de Infraestrutura Hídrica e, logo depois, assumi o cargo do ministro de Estado da Integração Nacional, na gestão do então presidente Michel Temer.

Em 2018, durante a minha gestão e com apoio do Congresso Federal, e do presidente do Senado Federal à época, Eunício Oliveira, trouxemos mais de R$ 357 milhões para as obras no Ceará. O valor inclui: trechos do Eixo Norte da Transposição, Cinturão das Águas do Ceará (CAC), obras para contenção do mar das praias Redonda e Barreiras, além de implantação de barragens no estado”, adiantou Pádua Andrade.

Pádua Andrade foi ministro da Integração Nacional na gestão do presidente Michel Temer

“Além desses recursos, outra importante obra que não poderia deixar de mencionar é a barragem de Fronteiras, em Crateús (CE). Que, com a ajuda do presidente Eunício de Oliveira, aplicamos mais R$ 21,4 milhões federais para o empreendimento. No total, em 2018, pelo DNOCS, investimos R$ 72,8 milhões. O montante foi investido na recuperação do Castanhão, nas adutoras Catarina, Boa Viagem e Limoeiro.

Fizemos tudo o que estava ao nosso alcance e me sinto muito lisonjeado em ter contribuído para essa grande obra que beneficiará o Nordeste.  Eu como nordestino que sou. Natural do Piauí, graduado  no Ceará e com residência também no Rio Grande Norte, tenho um carinho especial por essa obra que trará tanto desenvolvimento para região”, finalizou o ex-ministro.

Leia também

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM