Economia

Precatório: Câmara quer que governo do Estado apresente plano de gastos

Por Wanderson Camêlo A exemplo do que vem fazendo a bancada de oposição na Assembleia Legislativa do Estado, o vereador Venâncio Cardoso (PSDB) cobra a […]

Publicado por: Luciano Coelho 15/07/2020, 14:44

Por Wanderson Camêlo

A exemplo do que vem fazendo a bancada de oposição na Assembleia Legislativa do Estado, o vereador Venâncio Cardoso (PSDB) cobra a apresentação do planejamento relativo ao investimento na educação  que o executivo piauiense pretende fazer usando o dinheiro (R$ 1,6 bilhões) do precatório do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef). O pedido foi feito através de requerimento verbal, apresentado na sessão plenária desta quarta-feira (15).

De acordo com Venâncio, o objetivo é observar que tipo de investimento será aplicado em Teresina. “Vejo isso como muito importante para entender que tipo de investimento será direcionado a nossa capital. No momento de pandemia, o governador teve uma reunião com os vereadores, explicou o que o governo estava fazendo. Vejo como interessante termos acesso a esse planejamento, uma vez que Teresina ganha com esse dinheiro”, explicou.

O vereador Venâncio Cardoso (Foto: divulgação)

O requerimento foi aprovado. No total, 16 vereadores votaram a favor da solicitação.

O recurso, já em conta, no valor de R$ 1,6 bilhão é referente ao cálculo por aluno entre os anos de 1994 e 2006. O Governo do Estado afirmou que já possui um plano pronto para investimentos exclusivamente na área da educação, Educar Piauí, programa que promete diminuir a evasão escolar e o analfabetismo, por exemplo.

O Piauí é o primeiro estado a receber o benefício. Uma luta, de acordo com o secretário Estadual da Fazenda, Rafael Fonteles, de 10 anos junto à Justiça.

Leia também

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM