Propaganda do Governo do Estado do Piauí

Política

Vereador propõe a criação de patrulha animal dentro da Guarda Municipal

Por Wanderson Camêlo A Câmara Municipal de Teresina aprovou, por 18 votos contra um, requerimento que propõe a criação da Patrulha Animal dentro da Guarda […]

Publicado por: Luciano Coelho 04/08/2020, 14:01

Por Wanderson Camêlo

A Câmara Municipal de Teresina aprovou, por 18 votos contra um, requerimento que propõe a criação da Patrulha Animal dentro da Guarda Municipal (GCM). O pedido é do vereador Venâncio Cardoso (PSDB).

A solicitação é direcionada à Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), que gerencia a GCM. A Patrulha seria um setor dentro da Guarda Municipal destinado a atender chamadas de violência contra animais.

O vereador Venâncio Cardoso (Foto: reprodução/Facebook)

“Eu tenho recebido muitas demandas de pessoas ligadas à proteção de animais. Estas pessoas têm relatado, utilizando também as redes sociais, maus tratos de cães e gatos em Teresina, além de assassinato de animais inclusive por meio de envenenamento. É uma questão preocupante, por isso é importante criar mais um elemento de proteção. A Guarda Municipal avançou muito nessa gestão, ela tem hoje mais de 400 guardas municipais e 30 viaturas. A nossa reivindicação é que tenha uma Patrulha Animal vinculada à Guarda, visando atender essas denúncias de maus tratos dos animais”, explica Venâncio.

Para a protetora de animais, que atua de forma independente, Raissa Rocha, a criação da Patrulha seria uma proteção aos animais e suporte ao trabalho dos protetores, que não tem poder de atuação em diversas situações. “A gente precisa de pessoas que se dirijam ao local das denúncias e que pelo menos instrua as pessoas a como tratar estes animais. Tem casos que as pessoas prendem os cachorros numa corrente num local, pequeno, fechado e quente. Esse tipo de coisa, a gente não pode aceitar, eles são seres vivos. Grandes partes dessas denúncias são relacionadas a isso. Muito pela falta de instrução. A Patrulha se faz necessária, principalmente aos protetores, pois muita gente faz denúncias para nós, como se a gente tivesse condições ou autoridade de ir à casa das pessoas tomar algum tipo de providência e não podemos. Essa patrulha seria um suporte”, afirma.

O requerimento passou por votação na sessão plenária da última quarta-feira (29).

Casos

Teresina tem registrado vários casos de violências contra animais nos últimos meses. No início deste mês, por exemplo, protetores de animais se reuniram para uma manifestação contra a morte de três cães por envenenamento e um a pauladas no bairro Dirceu Arcoverde, Zona Sudeste de Teresina. O protesto aconteceu em frente à casa da principal suspeita de cometer o crime.

Em maio, a Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente de Teresina passou a apurar uma denúncia que envolve um áudio gravado, no qual uma suspeita, ainda não identificada, teria confessado matar cachorros. O ato é crime previsto pela lei de crimes ambientais. A denúncia foi feita pela protetora de animais Thanandra Stefany, que era a dona dos animais que foram mortos.

Em janeiro também deste ano, a Polícia Civil do Piauí resgatou 20 cães e três gatos por suspeita de maus-tratos em um abrigo de animais de Teresina. De acordo com a Gerência de Zoonoses, pelo menos 15 cachorros foram diagnosticados com calazar.

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM