Propaganda do Governo do Estado do Piauí

Política

Diretório do PSL em Teresina tenta acordo com a executiva nacional para conseguir verba do Fundo Partidário

O PSL foi o segundo partido que mais recebeu verba ($ 199,4 milhões) do Fundo Partidário para a eleição deste ano, mas o diretório teresinense […]

Publicado por: Luciano Coelho 29/09/2020, 14:43

O PSL foi o segundo partido que mais recebeu verba ($ 199,4 milhões) do Fundo Partidário para a eleição deste ano, mas o diretório teresinense da sigla ainda não recebeu nenhuma fatia do valor. Em 2020 foram destinados R$ 2 bilhões para o rateio entre as 33 legendas hoje existentes. 

O presidente do PSL teresinense, Daniel França, e o responsável pelo comando da sigla no Piauí, o vereador Luís André, estão tentando um acordo junto à executiva nacional. Candidatos a vereador em Teresina pressionam os líderes partidários para que consigam impulsionar a campanha com o dinheiro do fundo. 

Daniel França (ao centro) ao lado do prefeito de Teresina, Firmino Filho e do presidente estadual do PSL, Luís André (Foto: reprodução/Facebook)

De acordo com o vereador Zé Filho (PSL) o diretório municipal está esperançoso com relação ao destravamento da verba. “Eu acho que vem, mas, se não vier, todo mundo vai fazer sua campanha com a mesma luta e mesmo empenho para ganhar as eleições”, destacou.

Ex-partido do presidente da República, Jair Bolsonaro, o PSL ganhou R$ 5,7 milhões a mais, após revisão feita pelo Tribunal Superior Eleitoral, do fundo partidário para gastar nas eleições deste ano. A legenda só fica atrás do PT, que recebeu R$ 201,3 milhões.

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM