Propaganda do Governo do Estado do Piauí

Política

Candidatos debatem Saúde, Educação, Mobilidade e Desenvolvimento na Teresina FM

O debate foi realizado por meio virtual

Publicado por: Luciano Coelho Repórter: Luciano Coelho 30/10/2020, 08:32

A Teresina FM 91,9 realizou debate com quatro candidatos a prefeito de Teresina, onde discutiram principalmente os temas Educação, Saúde, Mobilidade Urbana e Desenvolvimento Econômico. O objetivo da emissora é levar as propostas dos candidatos e esclarecer ao eleitor para que possam escolher o melhor nome.

O debate, mediado pelo apresentador Bartolomeu Almeida, começou com o embate entre os candidatos Fábio Novo e Kleber Montezuma. O petista disse que a cidade está travada para receber novos investimentos por causa da burocracia em liberar licenças e alvarás.

Kleber disse que tem R$ 1 bilhão para investir na cidade com objetivo de gerar emprego e renda para a população e aquecer a economia com obras e serviços, e ainda abrindo crédito para micro e pequenos empreendedores.

Fabio Novo disse que não acreditava nas promessas de Kleber, porque o grupo politico já tem 40 anos a frente da Prefeitura de Teresina e não fez o que está dizendo. Novo alegou que o TJ-PI para construir uma nova sede esperou 3 anos para liberação de alvarás. Uma loja de troca de óleo aguardou 2 anos e meio para as licenças e alvarás. Kleber disse que pretende criar um ambiente favorável para os negócios em Teresina.

O jornalista Bartolomeu Almeida conduziu o debate a partir dos estúdios da Teresina FM 91,9 (Foto: Teresina FM)

Em relação a Saúde, Fábio Abreu questionou Lucineide Barros sobre a falta de acesso das pessoas à saúde nos hospitais públicos. Lucineide disse que a fila de acesso é enorme e a saúde da cidade não atende a demanda. Ela acha que deve ampliar o número de agentes comunitários e as unidades de saúde devem funcionar à noite. “O sistema atual foi entregue para a iniciativa privada. O cidadão que não tem recursos não tem atendimento”, frisou Lucineide.

Nesse debate os candidatos participaram de casa através do Skype (Foto: Teresina FM)

Fábio Abreu disse que vai dar prioridade para a atenção básica e evitar que os casos sejam agravados e afirmou que é preciso ter mais eficiência e eficácia no atendimento linkando as áreas da saúde.

No quesito Mobilidade Urbana, os candidatos Lucineide Barros e Fábio Novo debateram sobre a greve dos ônibus e a ineficiência do sistema Inthegra, que, segundo Fábio Novo, custou R$ 500 milhões e retirou mais de 80 ônibus do sistema, quebrou o comércio, tirou as ciclovias e prejudicou a população.

Equipe técnica coordenou os trabalhos para garantir a participação de todos os candidatos por meio remoto (Foto: Teresina FM)

Para Lucineide, é bizarro saber que a Prefeitura é contra os ciclistas. Ela disse a atual gestão entregou o sistema de transporte para o Setut e falou em auditar a planilha de transportes da capital. “Eles promoveram um caos no sistema de transporte público”, afirmou.

Pedindo direito de resposta, Kleber alegou que não existe subsidio do governo do Estado para combustíveis. O tucano acrescentou que o ICMS do Piauí é um dos maiores do país  e isso dificulta reduzir o preço da passagem na capital. Montezuma ainda falou em aumentar em 30Km as ciclovias da capital.

Equipe envolvida na realização do debate da Teresina FM 91,9 (Foto: Teresina FM)

Kleber, perguntando para Abreu, alegou que a Educação de Teresina é uma das melhores do país e que tem 90 mil alunos, sendo 25 mil em creches. Ele questionou o que o candidato do PL faria de melhor para a capital.

Fábio Abreu disse que a Educação não é a melhor porque prioriza apenas Português e Matemática e nas demais matérias os alunos não têm bons resultados. Ele considera que isso é um desrespeito ao professor e aos alunos. “O aluno fica bitolado só em Português e Matemática e não tem rendimento nas demais  disciplinas”, frisou Abreu.

Leia também

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM