Política

Presidente da CPI espera que o STF não interfira nos trabalhos

O Senador Osmar Aziz convocou nove governadores para prestarem esclarecimentos à Comissão

Publicado por: Luciano Coelho Repórter: Luciano Coelho 09/06/2021, 13:04

O presidente da CPI da Covid, Omar Aziz (PSD-AM), disse esperar que o Supremo Tribunal Federal (STF) não proíba o depoimento de governadores no colegiado. No mês passado, 18 gestores estaduais protocolaram ação na Corte que questiona a convocação. Nove deles foram chamados pela comissão a prestar esclarecimentos sobre a aplicação das verbas recebidas da União para o combate à pandemia.

Senador Omar Aziz nao considera a inconstitucionalidade da convocação.

“Espero que não haja interferência de nenhum outro poder no trabalho que estamos realizando na CPI”, enfatizou Aziz.. “Os governadores estão falando que a ida deles à CPI é inconstitucional e pedem ao Supremo que mudem de convocação para convite”, acrescentou. Com a troca, o governador chamado deixa de ser testemunha, que tem a obrigação de dizer a verdade, para ser convidado, o que pode atrapalhar as investigações.

De acordo com o senador, a convocação de gestores é importante para a apuração. “Em relação ao governador do Amazonas (Wilson Lima, PSC), a convocação é explicada pela falta de oxigênio e o caos vivido no início do ano, mas o plano é convocar os governadores que foram alvo da operação da Polícia Federal para explicar o que acontece”, destacou.

Leia também

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM