Saúde

Auditoria do TCE-PI vai definir afastamento do diretor da maternidade

O Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI) determinou a realização de auditoria na Maternidade Dona Evangelina Rosa para examinar a legalidade e a […]

Publicado por: Luciano Coelho Repórter: Luciano Coelho 16/05/2019, 12:38

O Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI) determinou a realização de auditoria na Maternidade Dona Evangelina Rosa para examinar a legalidade e a legitimidade dos atos de gestão no aspecto contábil, financeiro, orçamentário e operacional.

O resultado da auditoria vai decidir quanto ao afastamento ou não do diretor da maternidade Francisco Macedo vai ser decidida após a conclusão da auditoria.

Diretor da maternidade Dona Evangelina Rosa, Francisco Macedo, será auditado pelo Tribunal de Contas

A representação foi feita pelo Ministério Público de Contas que cita além de Francisco Macedo, o secretário de Saúde, Florentino Neto. A relatora é a conselheira Waltânia Alvarenga e o redator Jackson Nobre Veras.

A auditoria vai avaliar atos de gestão dos responsáveis quanto aos aspectos contábil, financeiro, orçamentário, operacional e patrimonial, bem como avaliar o desempenho dos órgãos e das entidades, assim como dos sistemas, dos programas e das ações governamentais, quanto aos aspectos da economicidade, da eficiência e da eficácia dos atos praticados.

A maternidade  continua sob a interdição determinada pelo Conselho Regional de Medicina do Piauí (CRM-PI).  A interdição foi devido a atrasos  nos salários, problemas na estrutura e falhas detectadas na administração.

Leia também

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM