Propaganda do Governo do Estado do Piauí

Saúde

Empresários acusados de vender medicamentos falsos são presos

A Polícia Civil do Piauí, através da Delegacia de Combate à Corrupção (DECCOR), deflagrou nesta terça-feira (17) a Operação Sanitatem nas cidades de São Paulo, […]

Publicado por: Luciano Coelho Repórter: Luciano Coelho 17/03/2020, 12:47

A Polícia Civil do Piauí, através da Delegacia de Combate à Corrupção (DECCOR), deflagrou nesta terça-feira (17) a Operação Sanitatem nas cidades de São Paulo, São Caetano do Sul e Cotia, com o objetivo de cumprir cinco mandados de busca e apreensão e 10 mandados de prisão temporária contra empresários e colaboradores de empresas do ramo de medicamentos, suspeitas de vender medicações falsas para o tratamento de câncer em hospitais de Teresina e outros estados.

De acordo com a polícia, as investigações tiveram início com a denúncia de um hospital do Piauí, que percebeu que o medicamento era falsificado para tratamento de câncer. Um paciente usou o remédio e apresentou efeitos colaterais.

Empresa de São Paulo vendia medicamentos falsificados para o tratamento de câncer para vários estados

A polícia constatou que a empresa, de São Paulo, comercializa a medicação oncológica falsificada para hospitais e clínicas dos Goiás, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, São Paulo, Mato Grosso do Sul e outros. Em Goiás, policiais investigam quatro mortes de pacientes que usaram essa medicação, uma já foi confirmada.

A operação contou com policiais do Piauí, Goiás, São Paulo e um perito do Piauí. “A gente veio para São Paulo cumprir mandados de busca e de prisão contra empresários daqui, que estavam comercializando medicação falsificada para tratamento de câncer em hospitais do Piauí. Durante as investigações nós identificamos os sócios, colaboradores e nós já temos quatro presos”, explicou o delegado Ferdinando Martins.

Polícia Civil deflagrou a operação em vários estados para coibir a comercialização dos medicamentos

De acordo com a Polícia Civil do Piauí, as investigações tiveram início após denúncia de um hospital do Piauí, que percebeu ter adquirido medicamento falsificado para tratamento de câncer, depois que um paciente usou o remédio e passou a verificar que a droga apresentava os efeitos colaterais distintos do medicamento.

A investigação começou no Piauí depois da denúncia de um hospital que suspeitou do medicamento

A Operação Sanitatem foi assim batizada por o termo em latim corresponder à cura, limpeza, bem estar, purificação.

Leia também

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM