Saúde

Anvisa autoriza estudo clínico com terceira dose de vacina da AstraZeneca

A eficácia da dose de reforço da vacina e do medicamento para reduzir a infecção viral vai ser testada nas pesquisas

Publicado por: Camila Sampaio 19/07/2021, 12:03

A Anvisa autorizou a realização de um estudo clínico para avaliar a segurança, eficácia e imunogenicidade de uma terceira dose da vacina da AstraZeneca contra a Covid-19 em participantes do estudo inicial que já haviam recebido as duas doses do imunizante, com um intervalo de quatro semanas entre as aplicações.  A medida foi autorizada nesta segunda-feira (19).

A dose de reforço vai ser aplicada de 11 a 13 meses após a segunda dose, e de acordo com a Anvisa, e por se tratar um estudo de fase três,  o voluntário não vai saber o que tomou: se uma dose da vacina ou de placebo.

Foto: Agência Brasil / Reprodução

Segundo a Anvisa, o estudo vai realizado somente no Brasil, nos estados da Bahia (1,5 mil voluntários), Rio de Janeiro (1,5 mil), Rio Grande do Sul (3 mil), Rio Grande do Norte (1,5 mil) e São Paulo (2,5 mil). Além disso, o estudo vai ser todo patrocinado pela AstraZeneca.

“Serão incluídos voluntários com idade entre 18 e 55 anos, que estejam altamente expostos à infecção com o novo coronavírus, como profissionais de saúde. Não serão incluídas gestantes ou pessoas com comorbidades”, explica a agência, em nota.

Após a quebra do “cegamento da pesquisa”, quando os voluntários ficam sabendo se receberam a vacina ou o placebo, todos os participantes do grupo placebo vão ser convidados a tomar a dose de reforço.

Com informações da CNN e a Agência Brasil.

 

Leia também

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM