Banner de Aniversário

Economia

Brasileiros possuem R$ 8 bi “esquecidos” em bancos; veja como receber o dinheiro

Serviço do Banco Central permite checar se há recursos de cobranças indevidas ou de contas encerradas

Publicado por: FM No Tempo 27/01/2022, 09:48

O Banco Central (BC) disponibilizou em seu site um serviço que permite aos cidadãos checarem se têm dinheiro a receber de instituições financeiras. Isso serve para recursos de cobranças indevidas ou remanescentes de contas que já foram encerradas e que muitos brasileiros nem se quer sabem que têm direito a receber.

Foto: José Cruz/Agência Brasil

De acordo com o próprio BC, um levantamento feito em junho do ano passado 2021 revelou que clientes tinham cerca de R$ 8 bilhões a receber dos bancos. O sistema oferece informações sobre saldo credor de contas encerradas, parcelas de empréstimos e tarifas cobradas indevidamente.

O Sistema de Informações de Valores a Receber (SVR), na página do BC na internet, informa a consulta de recursos remanescentes nas contas, seja para pessoas físicas e empresas.

Veja que tipo de valores podem ser consultados para receber:

– Contas de depósitos (conta corrente ou conta poupança) encerradas com saldo disponível;

– Tarifas cobradas indevidamente;

– Parcelas ou obrigações relativas a operações de crédito cobradas indevidamente;

– Cotas de capital e rateio de sobras líquidas de ex-participantes de cooperativas de crédito;

– Recursos não procurados relativos a grupos de consórcio encerrados.

– Contas de pagamento pré-paga e pós-paga encerradas com saldo disponível;

– Contas de registro mantidas por corretoras e distribuidoras de títulos e valores mobiliários encerradas com saldo disponível;

– Outras situações que impliquem em valores a devolver reconhecidas pelas instituições.

Confira o passo a passo de como receber o dinheiro

Para fazer a consulta, basta entrar no site do BC e usar o seu CPF. O sistema vai mostrar o que há em seu nome em todos os bancos, não apenas no que você tem conta no momento. Vá em Minha Vida Financeira e depois clique na subseção Valores a Receber. No final da página, terá o chamado Consulta ao Relatório Valores a Receber.

Foto: Reprodução/Banco Central

Aperte “Iniciar consulta” e insira o número do seu CPF. Depois da verificação digital, o sistema irá mostrar se você tem ou não valores a receber de bancos. Portanto, se o sistema informar que há recursos a serem resgatados, você precisa verificar os valores e a instituição em que eles estão por meio do Registrato.

Ao fazer login, aparecerão dois tipos de imagens:

– “Solicitar por aqui” , ou seja, que o banco aderiu ao Termo do BC que prevê a devolução do valor via Pix na sua conta em até 12 dias úteis. Se não tiver Pix, informe os seus dados pessoais que o banco entrará em contato;

– “Solicitar via instituição” que significa que o banco não aderiu ao Termo do BC e você deverá entrar em contato para combinar a devolução dos valores.

Caso aconteça algum problema e o dinheiro não cair na sua conta, entre em contato com o seu banco para saber o que aconteceu. Se não tiver respostas, ainda há a opção de abrir uma reclamação no BC.

Dinheiro pode mudar com o tempo

A quantia de dinheiro pode variar ao longo dos meses, por conta que as informações no Registrato são associadas ao data-base (trimestral, no caso de consórcios, e mensal, nos demais casos). Desde a data-base até a solicitação podem acontecer correções e deduções previstas em lei.

Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

O anúncio da ferramenta gerou tanto interesse que a excessiva demanda de acessos tirou o site do BC do ar por volta das 21h da noite da última segunda-feira (24). Até o momento, a plataforma segue fora do ar.

Fonte: Olhar Digital

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM