Educação

Instituições de ensino suspendem aulas e fazem protesto no centro de Teresina

Os professores e alunos da Universidade Federal do Piauí (UFPI), do Instituto Federal do Piauí (IFPI), Universidade Estadual do Piauí (Uespi) e o Sindicato dos […]

Publicado por: Luciano Coelho Repórter: Luciano Coelho 15/05/2019, 10:53

Os professores e alunos da Universidade Federal do Piauí (UFPI), do Instituto Federal do Piauí (IFPI), Universidade Estadual do Piauí (Uespi) e o Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Piauí (Sinte-PI) paralisaram as aulas na rede pública de ensino e fizeram manifestação de protesto contra a reforma da Previdência e os cortes no orçamento da Educação.

Movimento contra os cortes na Educação e a reforma da Previdência paralisou o trânsito no centro de Teresina

O movimento acontece em todo o país. Os protestos paralisaram o centro da cidade. Os manifestantes se concentraram em frente ao INSS e saíram em passeata para a Prefeitura de Teresina, para os Correios, onde existe um movimento de desmonte da instituição, segundo os coordenadores das centrais sindicais que apoiam o movimento, e em seguida fizeram concentração em frente ao Palácio de Karnak.

A presidente do Sinte-PI, professora Paulina Almeida, frisou que a categoria não aceita o posicionamento do governador Wellington Dias que ainda não concedeu o reajuste do piso nacional do Magistério, alegando a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), mas nomeou mais de mil comissionados no governo.

Alunos e professores se manifestaram também no interior do Estado

O movimento também aconteceu em instituições do ensino no interior como em Picos, Pedro II e José de Freitas, segundo informações do Educação Conlutas.

Leia também

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM