Banner de Aniversário

Educação

SINTE critica Rafael Fonteles e cobra audiência para debate sobre novo reajuste dos professores

A proposta de aumento tramita na Alepi e deve ser aprovada esta semana

Publicado por: Wanderson Camêlo 27/02/2023, 09:16

O SINTE (Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica do Piauí) se manifestou contra a aprovação do projeto de lei que propõe o reajuste do piso salarial dos professores da rede estadual. A entidade pleiteia que a Assembleia Legislativa do Piauí realize uma audiência pública sobre o assunto antes que a matéria passe pela votação em plenário.

Professores da rede estadual de ensino organizam protesto em frente à Alepi (Foto: Arquivo/Teresina FM)

“Aos deputados e deputadas estaduais foi exposto, e continuará sendo na semana em curso, que o diálogo institucional com os movimentos sociais é um princípio básico de qualquer governo que tenha a pretensão de atuar, de fato, no campo popular e democrático”, destacou o SINTE, por meio de seu site, neste domingo (26).

O PL que trata sobre o reajuste salarial para os docentes da rede piauiense de ensino deve ser aprovado nesta semana. A tramitação acontece em regime de urgência.

“A ausência de diálogo, a postura imperial do governo Rafael Fonteles, gera um cenário no qual se impõe a realização de uma Audiência Pública na ALEPI pautada no reajuste salarial e portanto, na rejeição ao PL13/2023, com a presença maciça dos trabalhadores e trabalhadoras da rede estadual de educação”, acrescentou o SINTE.

O governador do Estado, Rafael Fonteles (PT), enviou a mensagem à Alepi no dia 11 deste mês. Segundo o petista, um professor com carga horária de 40 horas vai ganhar, no mínimo, R$ 4.420,55.

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM