Banner de Aniversário
Gif sobre a atualização do site do detran pi.

Entretenimento

Confira dicas para evitar golpes e curtir os bloquinhos com segurança

De acordo com a pesquisa realizada pelo Mercado Pago, 38% dos foliões vão utilizar a ferramenta para pagar seus gastos durante o feriado.

Publicado por: Lilian Oliveira 17/02/2023, 15:49

Carnaval é sinônimo de alegria, festividade e bagunça (no sentido positivo e as vezes negativo). Se você vai aproveitar o feriado nos bloquinhos de rua, ou mesmo prefere ficar longe do agito e viajar com a família, é preciso estar atento a possíveis golpes financeiros.

Comprar uma bebida ou uma comida pode parecer uma coisa simples, mas a situação pode ficar muito complicada. Segundo a CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo), o feriado prolongado deste ano deve movimentar cerca de R$ 8,18 bilhões, 27% mais que o Carnaval de 2022. Todo esse dinheiro atrai os fraudadores.

De acordo com Adriano Volpini, diretor do Comitê de Prevenção a Fraudes da Febraban (Federação Brasileira de Bancos), o golpe mais praticado no Carnaval é o da troca de cartão.

Foto: Getty Images

“O golpista se passa por um ambulante e entrega a maquininha para o cliente digitar a senha do cartão. O falso vendedor se aproveita de um momento de distração do comprador e presta atenção na senha que está sendo digitada”, explica Volpini. “Muitas vezes, o golpista também usa algum truque e desvia a atenção do folião para que a vítima digite a senha no campo destinado ao valor da compra. Isso permite que bandido descubra o código secreto.”

Para Volpini, é muito importante que a própria pessoa insira o cartão na maquininha e confira se o plástico devolvido é realmente o seu. “Peça o recibo impresso da transação ou verifique se o valor está correto nas mensagens SMS que recebe no app do banco”, afirma. Para quem preferir pagar por aproximação, as recomendações são as mesmas, mas é preciso ainda mais atenção.

Porém, com a crescente adoção do Pix, também é necessário ficar de olho nos celulares. De acordo com a pesquisa realizada pelo Mercado Pago, 38% dos foliões vão utilizar a ferramenta para pagar seus gastos durante o feriado. Para a modalidade, a principal recomendação é diminuir o limite do Pix em seu banco.

Confira 10 dicas para evitar golpes financeiros no Carnaval:

1. Proteja seu cartão e celular e não os deixe soltos nos bolsos;

2. Caso use o cartão de crédito, cole nele um adesivo bem colorido para ele ser reconhecido com facilidade e evitar troca;

3. Ao digitar sua senha, garanta que não esteja visível para quaisquer pessoas ao seu redor;

4. Preste atenção no valor que aparece no visor da maquininha antes de colocar a senha e sempre peça o seu comprovante;

5. Se o vendedor informar que precisa passar o cartão novamente, desconfie. Verifique o valor e se houve alguma cobrança diferente pelo aplicativo do seu banco;

6. Verifique também o seu limite do Pix, mesmo que não vá usar o serviço. O ideal é que ele não seja muito alto, para evitar maiores danos em caso de furto do celular;

7. Sempre valide os dados de quem vai receber o pagamento antes de confirmar a transação, garantindo que seja feita realmente para a pessoa desejada;

8. Lembre-se sempre de usar uma senha única para cada conta bancária e outra para cada cartão. Os aplicativos contam com segurança reforçada, mas se você utiliza outros sites com a mesma senha, existe a chance de não estar protegido;

9. Para garantir a segurança do seu celular, use o bloqueio de tela inicial, biometria facial ou digital para acessar o celular e os aplicativos. Além disso, ative o bloqueio automático de tela;

10. Em caso de roubo, comunique imediatamente o seu banco e registre um boletim de ocorrência.

Fonte: Forbes
Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM