Esporte

Celso Carvalho retrata 40 anos do Verdão em livro

O professor, escritor e radialista esportivo Celso Carvalho vai lançar na próxima segunda, 5, às 19h, o livro “40 Anos do Ginásio Verdão”. O lançamento […]

Publicado por: Wanderson Camêlo 02/08/2019, 11:02

O professor, escritor e radialista esportivo Celso Carvalho vai lançar na próxima segunda, 5, às 19h, o livro “40 Anos do Ginásio Verdão”. O lançamento ocorrerá no próprio Verdão e na ocasião será realizado o jogo entre Colégio Teresina e Crensa.

Segundo o autor, a expectativa com relação a obra é fazer com que as pessoas que frequentavam o ginásio relembre a história desse palco esportivo importante para o Estado. “A proposta é fazer um resgate de memórias”, diz Celso Carvalho.

Já para os mais jovens, Celso quer mostrar a importância do Ginásio Verdão e revelar que ele foi palco de grandes shows e eventos esportivos e revelou muitos atletas no esporte amador.

No livro, que tem apoio do Governo do Estado, Celso Carvalho, começa a contar a história do ginásio ainda no ano de 1866, quando foi construída a Penitenciária de Teresina em frente ao Verdão, no local onde hoje é o estacionamento. Em 1974, foi demolida a penitenciária que foi transformada em campo de futebol.

Na obra, Celso Carvalho cita alguns eventos marcantes, como shows memoráveis de Roberto Carlos, Caetano Veloso, Gilberto Gil. “Foi no Verdão onde era feita a apuração das eleições e também foi neste espaço que Tatiana Cavalcante foi eleita Miss Piauí”, lembra, enfatizando que o livro destaca também o dia em que o ginásio desabou, na data de 23 de janeiro de 1996, exatamente na data em que Roberto Carlos faria o segundo show.

Além dos shows e eventos culturais, Celso cita ainda as competições realizadas no espaço, os atletas que recebeu, como Bernardo e Geovane (do voleibol), a Seleção Brasileira de Futsal com o craque Falcão e ainda recebeu a luta do Rei Zulu.

O Verdão guarda parte importante da história piauiense. “Ele foi palco dos velórios do jornalista Donizete Adauto e, posteriormente, em 2003, foi velada a deputada federal Francisca Trindade”, comenta, lembrando ainda que o livro tem depoimentos do governador Wellington Dias, do presidente da Fundação dos Esportes do Piauí (Fundespi), Clemilton Queiroz, do jornalista Mauro Sampaio, e também da presidente da Federação de Ginástica Rítmica, professora Ana Lourdes.

Leia também

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM