Esporte

Parnahyba segura pressão, leva dois gols, mas conta com festa da torcida para avançar à final do Piauiense

Tubarão do Litoral retorna à decisão do Estadual após cinco anos e quer levantar taça que não vem desde 2013

Publicado por: Eric Souza 14/04/2022, 12:28

A história bíblica de Davi, bastante famosa, narra a trajetória de um simples pastor de ovelhas que, graças à ajuda divina, foi capaz de derrotar um guerreiro gigante. Algo semelhante ocorreu nesta edição do Campeonato Piauiense: o Parnahyba Sport Club, pioneiro no futebol do estado, superou a desconfiança e passou de candidato ao rebaixamento a finalista do Estadual.

Foto: Lucas Marinho/Parnahyba S.C.

Mais uma vez, o trunfo da equipe do litoral do Piauí foi o apoio maciço de sua torcida, que organizou caravanas e compareceu em grande número no Lindolfo Monteiro, cantando e incentivando o time desde antes do início da partida de volta das semifinais do torneio, realizada na tarde desta quarta-feira (13), diante do Altos.

Grandes chances, defesas sólidas

Embora detivesse uma confortável vantagem de três gols, construída na ida em Parnaíba, o Tubarão se lançou ao ataque logo nos primeiros minutos, enquanto o Altos ainda tentava se encontrar em campo. Assim que conseguiu, porém, levou perigo aos visitantes em cabeçada de Manoel prontamente defendida por Cris.

Na sequência, Alan Fabrício e Isac desperdiçaram boas chances para o Azulino, e a estrela do goleiro Cris brilhou novamente quando Dieguinho recebeu passe de calcanhar de Manoel na grande área e chutou cruzado, mas teve a finalização espalmada na ponta dos dedos.

Foto: Lucas Marinho/Parnahyba S.C.

No segundo tempo, Cris, considerado por muitos espectadores como o “homem do jogo”, continuou a salvar o Parnahyba ao realizar outras quatro defesas, inclusive em uma bicicleta de Dieguinho que parecia ter destino certo. A essa altura, faltava apenas cinco minutos para o término da partida, e os apoiadores do Azulino se sentiram à vontade para provocar o Altos com gritos de “eliminado”.

Emoção até o último segundo

O Jacaré, porém, deixou toda a emoção para a reta final do duelo: aos 43, Tibiri aproveitou sobra na área após cobrança de falta e marcou o primeiro da equipe da casa. Apenas dois minutos depois, Manoel estufou as redes com um cabeçada firme e ampliou o placar, levando a torcida da Manga Mecânica ao delírio. Faltava apenas um gol para o atual campeão piauiense reverter a desvantagem da ida e defender o título conquistado no ano passado.

Como se a fogueira já não tivesse lenha suficiente, o quarto árbitro levantou a placa que indicava incríveis OITO minutos de acréscimo. Era tudo o que o Altos queria e que o Parnahyba temia. Não faltou pressão por parte do Alviverde, que perdeu três oportunidades e viu o goleiro Marcelo ir até a grande área adversária duas vezes. O terceiro gol, no entanto, não veio e a partida foi encerrada aos 54 minutos.

 

Totalmente ensandecida, a torcida do Parnahyba se entregou ao êxtase e celebrou a vaga para a decisão como se não houvesse o dia seguinte. Afinal, a equipe não disputava o título desde 2017, e levantou a taça do Piauiense pela última vez em 2013, no ano do centenário. Apoiados em cima do alambrado do Lindolfinho, um grupo de apoiadores entoava: “O campeão voltou!”.

Agora, o Tubarão do Litoral enfrentará o Fluminense-PI na grande final do Estadual. A partida de ida acontece no dia 21, no Pedro Alelaf, em Parnaíba, enquanto a volta está marcada para o dia 27, novamente no Lindolfo Monteiro, em Teresina. O Altos, por sua vez, volta suas atenções para a sequência da Série C do Brasileirão e da Copa do Brasil.

Conexão entre comandante e soldados

No pós-jogo, muita festa também dos jogadores do Parnahyba, que permaneceram em campo por um longo período. Ao lado deles, igualmente contente, estava o treinador Pedro Manta, um dos principais nomes na reabilitação da equipe no decorrer do Piauiense.

“Costumo repetir um ditado muito popular em Recife, de onde venho: estávamos ‘comendo a papa pela beirada’. Aos poucos fomos crescendo, evoluindo até chegarmos à final. Um papel importantíssimo do treinador atual diz respeito à gestão de grupo. Trabalhei demais o aspecto mental dos atletas no sentido de promover uma química entre elenco e comissão”, enfatizou.

Foto: Luis Junior/A.A. Altos

Grande nome do Parnahyba no duelo decisivo, o goleiro Cris confessou estar desgastado fisicamente, mas ressaltou que entregou dedicação máxima em prol da classificação.

“Foi um jogo difícil, complicado, mesmo com a vantagem de três gols. Sabíamos que o Altos viria para cima, pressionaria o tempo inteiro, mas tudo saiu como planejávamos, apesar dos gols sofridos no final. Eles têm seus méritos, mas também temos os nossos”, avaliou.

Além do confronto contra o Fluminense-PI, o Tubarão do Litoral já garantiu vagas diretas à Série D do Brasileirão e à Copa do Brasil do ano que vem. Caso seja campeão estadual, carimbará presença na fase de grupos da Copa do Nordeste; se faturar o vice-campeonato, entrará na fase eliminatória do torneio regional.

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM