Geral

TJPI julgará Wellington por crime de omissão no rompimento da barragem

10 ANOS DE ALGODÕES Hoje se completam dez anos do rompimento da barragem de Algodões, em Cocal. Depois de uma década, só 10% das famílias […]

Publicado por: Luciano Coelho Repórter: Luciano Coelho 27/05/2019, 10:45

10 ANOS DE ALGODÕES

Hoje se completam dez anos do rompimento da barragem de Algodões, em Cocal. Depois de uma década, só 10% das famílias atingidas pelo rompimento da barragem retomaram suas atividades na região. O processo que tramitava contra o governador Wellington Dias no Superior Tribunal de Justiça (STJ) foi encaminhado de volta para ser julgado no Tribunal de Justiça do Piauí.

O Ministério Público Federal (MPF) denunciou o governador por omissão. E pediu a condenação de Wellington Dias pelo rompimento da barragem acontecido em 27 de maio de 2009. A defesa do governador alegou que não houve nenhum dano ou irregularidade praticada por Wellington.

Barragem Algodões rompeu na cidade de Cocal

De acordo com a decisão do STJ, o governador deverá ser julgado pela Justiça estadual, porque houve um período de vacância para o foro privilegiado de Wellington durante a tramitação do processo. Wellington tinha renunciado ao mandato de governador para concorrer ao Senado, quando se elegeu.

A relatora, ministra Nancy Andrighi, disse que o foro só se restringe aos crimes praticados durante o mandato em exercício. “Se um parlamentar tiver vinte e quatro anos de mandato, isso terá a ver com o mandato em que se cuida, e não a crimes praticados no mandato anterior”.

Rio Piranji transbordou e atingiu várias famílias no seu curso

As vítimas da tragédia de Algodões ainda reclamam que não estão recebendo as indenizações determinadas pela Justiça com regularidade. Os pagamentos estariam em atraso, segundo a Associação das Vítimas e Atingidos pelo Rompimento da Barragem Algodões (Avaba). Em dezembro de 2016 um acordo judicial garantiu o pagamento de R$ 60 milhões às mais de 900 famílias atingidas pelo desastre.

Governador Wellington Dias foi denunciado pelo Ministério Público Federal por omissão e homicídio culposo

O processo que denunciava Wellington Dias por nove homicídios de forma culposa (sem intenção de matar) foi arquivado com extinção da punibilidade, porque o crime prescreveu após oito anos de iniciado o processo.

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM