Geral

MPPI denuncia seis investigados na Operação Natureza ao TJPI

O Ministério Público do Piauí (MPPI) ofereceu denúncia ao Tribunal de Justiça do Piauí (TJPI) contra os investigados na Operação Natureza, deflagrada pelo Grupo de […]

Publicado por: Luciano Coelho Repórter: Luciano Coelho 28/06/2019, 12:49

O Ministério Público do Piauí (MPPI) ofereceu denúncia ao Tribunal de Justiça do Piauí (TJPI) contra os investigados na Operação Natureza, deflagrada pelo Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco), da Polícia Civil do Piauí.  As pessoas foram denunciadas por suspeita de atuação na liberação de licenças ambientais sem a documentação legal exigida.

A denúncia foi oferecida pela promotora de Justiça Gianny Carvalho, titular da 54ª Promotoria de Justiça. O processo corre em segredo de Justiça e a defesa dos acusados alega que eles ainda não foram ainda comunicados a respeito da denúncia. Os investigados disseram que provarão a inocência no decorrer do processo.

Operação foi deflagrada dentro da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos

“Foi constatado o oferecimento de vantagens financeiras, ou solicitação de vantagens financeiras, para fazer liberação de licenças ambientais. Era uma conduta reiterada de várias vezes dar informações de procedimentos internos da Secretaria de Meio Ambiente e sem fazer uma vistoria in loco, e quando se fazia vistoria, se estabelecia um contato pessoal de interesse entre as partes. Há indícios suficientes de autoria e materialidade nesse sentido”,  explicou a promotora.

O MP denunciou seis pessoas por facilitação de licenças ambientais para empresários. Diante disso, foram denunciadas seis pessoas: Carlos Antônio Moura Fé, superintendente da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Piauí (Semar); Tiago Maximiano Junqueira, engenheiro agrônomo; Carlos Alberto Do Prado Tenório Filho, empresário; Marcelo De Brito Machado, funcionário público; Ivoneta Gontijo Dos Santos, empresária; e Fabrício Napoleão Andrade, auditor fiscal da Semar.

O TJPI analisará a denúncia e o juiz responsável decidirá se os denunciados se tornarão réus na Justiça. Não há prazo para a decisão.

Leia também

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM