Banner de Aniversário

Geral

TCE vai apurar processos de licitação para concessão de abastecimento de água no interior

Os auditores do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PI) está apurando os processos de licitação para a contratação de empresas para a concessão do abastecimento […]

Publicado por: Luciano Coelho Repórter: Luciano Coelho 06/08/2019, 13:24

Os auditores do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PI) está apurando os processos de licitação para a contratação de empresas para a concessão do abastecimento de água e coleta de esgoto nos municípios. Esse trabalho é feito pela Agespisa que se lamenta que está sendo prejudicada pelo que disse ser um conluio entre os prefeitos e as empresas interessadas em assumirem o abastecimento de água no interior.

A Associação Piauiense dos Municípios (APPM) reagiu à denúncia feita pelo presidente da Agespisa, Genival Sales, que alegou que as prefeituras querem se apropriar do patrimônio da empresa. A APPM alegou as deficiências dos serviços prestados pela Agespisa.

Presidente da APPM, Jonas Moura, considerou desrespeitosas as denúncias feitas pela Agespisa

Genival Sales pediu que o TCE-PI que investigue esses processos para contratação de empresas para concessão do abastecimento de água em vários municípios. Os prefeitos estão se negando a renovar a concessão com a Agespisa alegando o mau serviço.

A direção da Agespisa argumentou ainda que em três municípios os editais para a concessão são iguais: Antônio Almeida, Porto e Cocal. A APPM afirmou que está agindo dentro da legalidade e a contratação está sendo feita da forma legitima e democrática, segundo orientações do próprio TCE-PI.

Presidente da Agespisa, Genival Sales, alegou que estão dilapidando o patrimônio da empresa

Por outro lado, alegaram ainda que a Agespisa está atuando em vários municípios com a contratação para subconcessão. “Outro elemento é a má prestação de serviço de água e esgoto ao longo de vários anos aos municípios piauienses, sendo que os prefeitos são cobrados constantemente pela população. A atuação dos gestores municipais é por uma prestação de serviço eficiente e que venha atender às necessidades básicas de suas populações, que, no caso em questão, é a água, o que não vem acontecendo de forma minimamente satisfatória”, diz a nota da APPM.

Leia também

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM