Banner de Aniversário
Gif sobre a atualização do site do detran pi.

Geral

MPPI emite parecer favorável á interdição da academia onde luta clandestina foi realizada em Teresina

A Luta resultou na morte de Jonas de Andrade Carvalho Filho

Publicado por: Lilian Oliveira 14/06/2021, 16:53

O Ministério Público do Piauí expediu na sexta-feira (11) parecer favorável ao pedido de interdição da academia “Fundo de Quintal”, local onde aconteceu a luta clandestina que resultou na morte de Jonas de Andrade Carvalho Filho, em abril deste ano. 

Boxeador Jonas de Andrade Carvalho Filho (Foto: Reprodução/Rede Social)

A ação aconteceu por meio da 54ª Promotoria de Justiça de Teresina. O pedido foi feito pela Polícia Civil e a decisão foi elaborada e assinada pela promotora de Justiça Gianny Vieira de Carvalho.

A representante do MP-PI explicou que no inquérito policial ficou constatado que o evento não tinha autorização para ser realizado. De acordo com informações prestadas à Polícia Civil, os organizadores ainda tentaram obter apoio da Federação Piauiense de Boxe Amador e Profissional ( Fepibap).

No entanto, a instituição disse que não poderia apoiar a iniciativa em razão da pandemia da Covid-19 e dos decretos estaduais, que restringiam a realização de eventos com aglomeração de pessoas em todo o Piauí. Porém, mesmo com a resposta negativa da Fepibap, e das medidas sanitárias vigentes no estado, os organizadores promoveram a luta.

Relembre o caso

O segurança Jonas de Andrade Carvalho Filho, conhecido no ringue como “guerreiro da Luz”, morreu após uma luta de boxe na noite de 24 de abril em Teresina. 

A vítima, de 34 anos, sofreu uma lesão no crânio, foi levada para o Hospital do bairro Buenos Aires, acabou não resistindo aos ferimentos e faleceu na madrugada do dia 25. Jonas era casado e possuía uma academia em Timon. O evento foi na Academia Fundo de Quintal, no bairro Itaperu, zona Norte de Teresina.

Em cartaz divulgado nas redes sociais, o evento foi apresentado como “Combate ao Retorno”. Vídeos divulgados do momento em que Jonas é socorrido, mostram muitas pessoas no local apesar da pandemia.

A Federação Piauiense de boxe amador e profissional emitiu nota repudiando a luta de boxe clandestina que causou a fatalidade:

Nota da FEPIBAP (Foto: Reprodução)

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM