Banner de Aniversário

Geral

Igreja pede desculpas após bispo italiano dizer a crianças que Papai Noel não existe

Em postagem, diocese explicou que religioso não pretendia destruir sonhos dos pequenos duas semanas antes do Natal, mas sim sublinhar verdadeira história de São Nicolau. Monsenhor Antonio Stagliano disse que Papai Noel não existe e que traje vermelho foi criado pela Coca-Cola para publicidade

Publicado por: Lilian Oliveira 10/12/2021, 17:50

Uma diocese católica romana na Sicília pediu desculpas publicamente a pais indignados depois que seu bispo disse a um grupo de crianças que o Papai Noel não existe.

Em uma postagem no Facebook e comentários subsequentes nesta sexta-feira (10), a diocese de Noto insistiu que o bispo Antonio Stagliano não pretendia destruir os sonhos dos jovens duas semanas antes do Natal.

Criança chora no colo de homem fantasiado de Papai Noel em Paraisópolis, São Paulo, em foto de 7 de dezembro (Foto: AP Photo/Andre Penner)

O diretor de comunicação da diocese, Rev. Alessandro Paolino, disse que Stagliano estava tentando sublinhar o verdadeiro significado do Natal e da história de São Nicolau, um bispo que deu presentes aos pobres e foi perseguido por um imperador romano.

Notícias da imprensa italiana citaram Stagliano dizendo durante um festival religioso recente que o Papai Noel não existe e que seu traje vermelho foi criado pela empresa Coca-Cola para publicidade.

“Em primeiro lugar, em nome do bispo, expresso minha tristeza por esta declaração, que gerou decepção nos pequenos, e quero deixar claro que as intenções de Monsenhor Stagliano eram bem diferentes”, escreveu Paolino na página diocesana do Facebook.

“Certamente não devemos demolir a imaginação das crianças, mas tirar dela bons exemplos positivos para a vida”, continuou.

“Portanto, o Papai Noel é uma imagem eficaz para transmitir a importância de dar, da generosidade, do compartilhar. Mas quando esta imagem perde o significado, você vê o Papai Noel também conhecido como consumismo, o desejo de possuir, comprar, comprar e comprar novamente, então você tem que reavaliar, dando um novo significado”.

Fonte: G1

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM