Banner de Aniversário
Gif sobre o fundo estadual dos direitos da criança e do adolescente.

Geral

Jovem de 13 anos se afoga após ter cabelo preso em sugador de piscina em Água Branca

Imagens do ocorrido foram divulgadas pela mãe da garota nas redes sociais como forma de alerta

Publicado por: FM No Tempo 10/12/2021, 08:07

Uma jovem de apenas 13 anos, identificada como Maria Rita, foi vítima de afogamento na piscina da casa de sua família após ficar com o cabelo preso ao sugador. O incidente ocorreu no último domingo (5) em Água Branca, a 94 km de Teresina.

A mãe da adolescente, Rozana Pimentel, compartilhou em suas redes sociais as imagens da câmera de segurança de sua residência, que captaram o ocorrido. Segundo Rozana, a publicação serve como um alerta para que as pessoas “conheçam o perigo desse tipo de aparelho (sugador)”. Confira a postagem aqui.

Momento que a jovem recebe primeiros socorros dos familiares (Foto: Reprodução/Instagram)

No vídeo, que possui 2 minutos e 50 segundos, Maria Rita está brincando na borda da piscina quando de repente se desequilibra, cai e desaparece dentro d’água. Há outras duas crianças ao seu lado, que demoram cerca de um minuto para perceber o afogamento da garota.

Quando se dão conta da situação, chamam os adultos que estavam reunidos à beira da piscina. Ao final do trecho, Maria Rita é retirada de dentro d’água e recebe os primeiros socorros, rodeada pelos familiares.

“O que eu e minha família sentimos, o medo e o desespero de saber que poderíamos ter perdido ela, não desejamos para ninguém”, escreveu Rozana. A mãe da jovem incluiu uma série de recomendações a outros pais e todas as pessoas para evitar que acidentes semelhantes aconteçam:

1. Ensine seus filhos a localizarem esse sugador ou ralo e os perigos do mesmo, para que não cheguem perto;
2. Quanto as pessoas que acompanham as crianças, fiquem sempre de frente para piscina observando tudo;
3. Quanto aos donos, conheça bem esse método, agende o processo de filtragem somente quando a piscina estiver fechada e se possível instale ao menos dois dutos de sucção para diminuir a força em cada um deles;
4. Talvez um botão para o desligamento de emergência da bomba de sucção seria uma ótima alternativa.

Rozana e sua filha Maria Rita após o ocorrido (Foto: Reprodução/Instagram)

Por fim, Rozana agradeceu pelo salvamento bem-sucedido da filha e por todas as mensagens e orações que sua família tem recebido desde então. “Quero deixar publicamente escrito que não houve um culpado, acidentes acontecem e cabe a nós somente evitar situações semelhantes de agora em diante”, concluiu.

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM