Banner de Aniversário
Gif sobre o fundo estadual dos direitos da criança e do adolescente.

Geral

Arquidiocese de Teresina abre processo de beatificação de padre Pedro Balzi

Sacerdote suíço se instalou no Piauí durante os anos 80 e atuou em diversas missões na capital

Publicado por: FM No Tempo 08/02/2022, 09:27

A Arquidiocese de Teresina realiza nesta terça-feira (8), às 17h, a sessão de abertura do Tribunal Diocesano para a causa de beatificação do padre Pedro Balzi (1926-2009), nascido na Suíça e conhecido principalmente por suas obras sociais na capital do Piauí.

O arcebispo Dom Jacinto Brito celebrará uma missa na Catedral Nossa Senhora das Dores, zona Centro-Sul, para dar início ao processo. O tribunal deve recolher provas formais e ouvir testemunhas e, em caso de beatificação e canonização, Teresina pode ter o seu primeiro santo reconhecido pelo Vaticano.

Padre Pedro Balzi já foi reconhecido como Servo de Deus (Foto: Divulgação/Arquidiocese de Teresina)

O processo foi aberto no dia 20 de fevereiro de 2020, quando Dom Jacinto aceitou o requerimento, após receber uma resposta positiva da Santa Sé. Segundo o padre Igor Torres, postulador da causa de beatificação e canonização do padre Pedro Balzi, a instalação do tribunal é muito importante, pois confere seriedade e formalidade.

“Até agora estávamos em uma espécie de fase preparatória. Recolhemos muitos documentos e muitos testemunhos escritos, mas agora ingressamos em uma fase formal e que nos encaminha aos procedimentos mais concretos para a causa. É preciso que existam personagens que zelem pela lei, pelo bem da Igreja e também pela defesa do candidato aos altares de Servo de Deus”, explicou.

Um processo de beatificação e canonização compõe-se obrigatoriamente de duas fases: a diocesana e a romana, ambas sem duração definida. Após o Tribunal, a documentação será remetida à Congregação para a Causa dos Santos, no Vaticano, onde os documentos, laudos, pareceres e testemunhos são analisados por comissões, dando início à fase romana do processo.

“Se tudo se encaminhar bem, chegaremos ao ponto em que o Papa primeiro decreta venerável. Depois, com um processo para o reconhecimento de um milagre ele é beatificado, e com o processo para a comprovação mais um milagre é canonizado santo”, finalizou padre Igor.

Além da Arquidiocese de Teresina, o trabalho está envolvendo outras dioceses onde Pedro Balzi nasceu e desenvolveu seu ministério pastoral, como Lausanne (Suíça), Bérgamo e Chioggia (Itália) e La Paz (Bolívia).

Padre Pedro Balzi

Padre Pedro Balzi nasceu na Suíça e aos 10 anos de idade foi morar na Itália. Antes de vir ao Brasil atuou na Bolívia, onde construiu um grande hospital. No ano de 1987, a pedido do então Arcebispo Dom Miguel Câmara, se instalou em Teresina, com a missão de cuidar dos hansenianos, onde em pouco tempo passou a dedicar-se também a uma vasta periferia na zona Sul da capital.

Balzi promoveu diversas obras sociais em Teresina (Foto: Reprodução)

Além do Centro para tratamento de pessoas com hanseníase (Centro Maria Imaculada, localizado na zona Norte da cidade), construiu um complexo de escolas e assistência social, com sede na Vila da Paz (Zona Sul), e comunidades terapêuticas no Maranhão e Piauí.

Faleceu em outubro de 2009, aos 82 anos, sendo ainda pároco da Paróquia Santuário Nossa Senhora da Paz. Em fevereiro de 2020, o padre Pedro Balzi recebeu o título de Servo de Deus.

Com informações da Arquidiocese de Teresina

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM