Banner de Aniversário

Geral

TSE realiza simulação de teste de integridade das urnas com biometria

Foram selecionados 19 estados que apresentaram condições técnicas e logísticas para o uso da biometria nos testes

Publicado por: Lilian Oliveira 15/09/2022, 16:50

Nesta quinta-feira (15), o Tribunal Eleitoral (TSE) realizou simulação do projeto-piloto com biometria no Teste de Integridade das Urnas Eletrônicas das Eleições 2022. O evento contou com a participação do presidente da Corte, o ministro Alexandre de Moraes, e demais ministros do TSE, entre outras autoridades.

“São 20 anos da realização do Teste de Integridade. Ele é absolutamente idêntico ao que vem sendo feito desde 2002. Este ano, serão testadas 641 urnas. No projeto-piloto com biometria, o eleitor vai liberar a urna com sua biometria. Uma coisa é a seção eleitoral, onde a eleição vale, e outra coisa é o Teste. O eleitor não votará novamente”, esclareceu Alexandre de Moraes.

Foto: Divulgação/TSE

As 641 urnas que vão participar dos testes estão espalhadas por todas as 27 Unidades da Federação e serão escolhidas por sorteio aleatório. Desse total, serão testadas 56 urnas com a novidade, o que significa um percentual de 8,74% das 641 urnas.

Na resolução aprovada em Plenário na última terça-feira (13), a previsão era de no mínimo 5 estados e o Distrito Federal e um percentual entre 5% e 10% das 641 urnas testadas. A iniciativa com biometria em nada muda o Calendário Eleitoral.

Teste de Integridade 

Previsto na Resolução TSE nº 23.673/2021, o Teste de Integridade já ocorre há 20 anos nas eleições. É uma votação pública, aberta e auditada, realizada em urna já pronta para a eleição. Em processo filmado, os votos são digitados na urna, contados e o resultado comparado à totalização. Eleitores presenciais não participam do Teste de Integridade. ​O projeto é flexível, adequando-se às possibilidades dos Tribunais Regionais Eleitorais.

É um dos eventos mais relevantes para atestar o grau de confiança nas urnas eletrônicas, que ocorre nos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) no mesmo dia do pleito, e é acompanhado por empresa de auditoria externa. O processo consiste em uma espécie de batimento, cujo objetivo é verificar se o voto depositado é o mesmo que será contabilizado pelo equipamento.

Foram selecionados 19 estados que apresentaram condições técnicas e logísticas para o uso da biometria nos testes:

– Alagoas

– Amazonas

– Bahia

– Ceará

– Distrito Federal

– Espírito Santo

– Goiás

– Mato Grosso

– Mato Grosso do Sul

– Minas Gerais

– Pará

– Paraná

– Pernambuco

– Rio de Janeiro

– Rio Grande do Sul

– Rondônia

– Santa Catarina

– São Paulo

– Tocantins

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM