Banner de Aniversário

Geral

Defesa Civil acompanha cidades em situações críticas de enchentes e estradas rompidas

As chuvas devem durar até abril e volume vai reduzindo progressivamente

Publicado por: Caio Rabelo 11/04/2023, 10:41

Matéria de Luciano Coelho

A Defesa Civil está mapeando situações críticas em vários municípios como as áreas alagadas e também onde os acessos foram rompidos em consequência das chuvas e cheias dos rios e riachos. Já existem algumas cidades que tiveram acessos cortados e as populações sem mobilidade.

Num balanço das chuvas existe uma região que é mais vulnerável as cheias, como as bacias do rios como o Longá e Marathoan, além do monitoramento aos rios Poti e Parnaíba. As cidades ribeirinhas estão sendo assistidas como as cidades que já têm famílias desabrigadas Barras, Batalha, Esperantina e Luzilândia.

Foto: Divulgação/GOV

De acordo com o professor de climatologia, Werton Costa, em entrevista à Teresina FM 91,9, ainda tem muita chuva e o trabalho continua nesses perímetros que são áreas consideradas de risco. Muitas famílias principalmente as mais pobres vivem nessas áreas de risco e alagadiças. Além disso estão sendo mapeados os acessos as cidades.

O assessor técnico da Secretaria de Estado da Defesa Civil (Sedec), Werton Costa, destaca ainda que as chuvas devem durar até abril e volume vai reduzindo progressivamente. Mas, apesar das chuvas migrarem mais para o Norte, não tem região do Piauí que não tenha caído chuva nesses quatro meses. Em algumas cidades, como Batalha, teve chuva acima do normal, como exemplo em duas chuvas caiu o equivalente ao esperado para um mês todo.

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM