Banner de Aniversário
Gif sobre o fundo estadual dos direitos da criança e do adolescente.

Geral

Conselheiros tutelares de Teresina protestam por reajuste salarial

A categoria pede 82% de aumento

Publicado por: Wanderson Camêlo 20/03/2024, 10:41

Matéria de Wanderson Camêlo e Lays Viana

Conselheiros tutelares do Município de Teresina foram até o legislativo municipal pedir ajuda para conseguirem convencer o prefeito Doutor Pessoa (Republicanos) a promover um reajuste salarial. A categoria pede 82% de aumento.

Os manifestantes compareceram à Câmara de Teresina nesta terça-feira, 19, e protestaram durante a sessão plenária usando uma faixa. Segundo os servidores, já são 12 anos sem incremento nos contracheques.

Conselheiros tutelares de Teresina estão há 12 anos sem reajuste salarial (Foto: Wanderson Camêlo/Teresina FM)

O salário base da categoria está em R$ 2.800. Sendo aprovado o reajuste, os vencimentos passarão para R$ 5.100,00. De acordo com o conselheiro Taylor Araújo, a classe busca diálogo com a Prefeitura desde janeiro deste ano.

“A gestão [municipal] está com o projeto em cima da mesa. Informaram pra gente que iriam repassar junto com outras 13 categorias. As outras categorias estão chegando na Câmara Municipal e, enquanto isso, o Conselho Tutelar, mais uma vez, está sendo esquecido. E nós não vamos ficar parados. Vamos lutar pelo nosso reajuste, que há 12 anos a gente não tem”, frisa.

O vereador Deolindo Moura (PT) explicou que a Casa aguarda retorno do Palácio da Cidade quanto ao atendimento das solicitações da classe.

“Nós temos um compromisso por parte do prefeito e da gestão  do Dr. Pessoa, que foi alinhado com a Secretaria de Direitos Humanos da Prefeitura de Teresina, para a garantia, tanto do alinhamento salarial desses trabalhadores dos Conselhos Tutelares, bem como a questão do oitavo Conselho. Nós esperamos que eles honrem esse compromisso que, inclusive, tem a participação da Câmara Municipal de Teresina a partir do momento em que nós votamos aqui o aumento do orçamento da Secretaria de Direitos Humanos”, analisa o parlamentar.

O vereador de Teresina Deolindo Moura (PT) (Foto: Teresina FM)

Os representantes da categoria correm contra o tempo porque a Prefeitura só poderá promover novos reajustes salariais até o próximo dia 06. Há impedimento legal devido ao período eleitoral.

A capital conta com sete Conselhos Tutelares e 35 conselheiros.

Leia também

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM