A fragilidade da vida

28 de junho de 2019

Você já parou para pensar sobre a fragilidade da vida?

A vida é muito frágil.

Num simples piscar tudo muda.

Muitos nascem e muitos morrem.

O próximo piscar pode ser o ultimo, ou apenas o primeiro.

A vida é um instante.

A vida é um instante que pode durar tão pouco, mas mesmo assim é um instante precioso.

A vida é tão passageira, tão frágil. A vida é tão frágil que cada respiração pode ser a última.

 

Alguém já disse que se pudéssemos ter consciência do quanto nossa vida é passageira, talvez pensássemos duas vezes antes de jogar fora as oportunidades que temos de ser e de fazer os outros felizes. Muitas flores são colhidas cedo demais. Algumas, mesmo ainda sem botão.

Há sementes que nunca brotaram e há aquelas flores que vivem a vida inteira até que pétala por pétala, tranquilas, vividas, se entregam ao vento.

Mas a gente não sabe adivinhar por quanto tempo estará enfeitando esse Éden e tampouco aquelas que foram plantadas ao nosso redor.

Por isso não devemos nos descuidar de nós e nem dos outros.

O tempo passa…

Mas ainda é tempo de apreciar as flores que estão inteiras ao nosso redor. Ainda é tempo de voltar a Deus e agradecer pela vida física, que embora passageira, se perpetua em nós espiritualmente.

Também não devemos esquecer Carlos Drumond de Andrade:

Cada dia é menos um dia

Todo dia é menos um dia

Todo dia é menos um dia; menos um dia para ser feliz;

É menos um dia para dar e receber;

É menos um dia para amar e ser amado;

É menos um dia para ouvir e, principalmente, calar !

Sim, porque calando nem sempre quer dizer que concordamos com o que ouvimos ou lemos,

mas estamos dando a outrem a chance de pensar, refletir, saber o que falou ou escreveu.

Saber ouvir é um raro dom, reconheçamos.

Mas saber calar, mais raro ainda.

E como humanos estamos sujeitos a errar, e nosso erro mais primário, é não saber ouvir e calar !

Todo dia é menos um dia para dar um sorriso.

Muitas vezes alguém precisa apenas de um sorriso para sentir um pouco de felicidade !

Todo dia é menos um dia para dizer:- Desculpe, eu errei!

Ou para dizer: – Perdoe-me por favor, fui injusto !

Todo dia é menos um dia para voltarmos sobre os nossos passos.

De repente, descobrimos que estamos muito longe e já não há mais como encontrar onde pisamos enquanto íamos.

Já não conseguiremos distinguir nossos passos de tantos outros que vieram depois dos nossos.

E se esse dia chega, por mais que voltemos estaremos seguindo um caminho que jamais nos trará ao ponto de partida.

Por isso, use cada dia com sabedoria.

Ouça e cale se não se sentir bem;

Leia e deixe de lado; outra hora você vai conseguir interpretar e saber o que quis ser dito.

Assim seja…

Leia também

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM