Banner de Aniversário
Gif sobre o fundo estadual dos direitos da criança e do adolescente.

O suor do rosto

19 de novembro de 2019

“Quem não quer trabalhar também não deve comer”.  Esta talvez seja a mais conhecida das frases de Paulo, o apóstolo amigo de Deus, o grande missionário de Cristo.

Paulo, como todos sabem, era um perseguidor dos seguidores de Jesus, até o dia em que ouviu a voz do próprio Cristo a perguntar-lhe: “Por que me persegues, Paulo?’’ Paulo se converteu ali.

Neste instante Paulo não só viu, mas sentiu que estava errado. Arrependeu-se e dedicou-se de corpo e alma divulgar a palavra de Deus.

“Trabalhamos com esforço e cansaço, de dia e de noite, para não sermos pesados a ninguém”, escreveu ele.

Paulo trabalhou para comer com o suor do seu próprio rosto.

A pergunta que se faz hoje é: quando finalmente também vamos ouvir a voz de Cristo. Quando finalmente vamos entender que temos que trabalhar para poder comer com o salgado suor do nosso rosto?

No Brasil – e no Piauí em particular – tantos ignoram os ensinamentos de Paulo…

Tantos vivem amarrados às tetas oficiais, tantas famílias vivem sugando os cofres públicos, fingindo que trabalham, mas na verdade só recebem o salário no final do mês.

Recebem um dinheiro que não ganharam. Recebem um dinheiro que não ganharam e não demonstram nenhum tipo de arrependimento, nenhum constrangimento.

Estes comem muito bem sem suor algum. Comem sem saber o que é suar o rosto. Comem – e comem muito bem – graças a generosidade perdulária do estado.

Esperar consciência desse tipo de gente é perda de tempo. São sanguessugas que se alimentam do sangue e do suor alheio. São mercenários que preferem vender a alma ao capeta a ouvir a palavra de Paulo e a voz de Cristo.

Se depender deles serão eternamente um peso para a sociedade; um peso enorme para os homens e mulheres de bem que pagam seus tributos honestamente.

Alguém tem que se revoltar e se indignar com isso.

Não há mais espaço para se brincar de Papai Noel o ano inteiro, embora muitos, inclusive o governo, pensem que sim.

Essas pessoas que vivem sem saber o que é suar o rosto são pessoas sem consciência, são pessoas que se julgam merecedoras de todos os luxos e que se imaginam acima de tudo e de todos, merecedores de todas as virtudes.

Esquecem que cada salário pago a quem não trabalha equivale a um salário que deixa de ser pago a quem trabalha.

Mas o que importa?

Se o meu salário é pago em dia, por que me preocupar com essas pessoas desafortunadas e Ignoradas pela sorte?

Afinal há quem diga que pobre é quem é metido a besta.

Rico não.

Rico é outra coisa.

Leia também

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM