Banner de Aniversário
Gif sobre o fundo estadual dos direitos da criança e do adolescente.

Atire a primeira pedra!

17 de março de 2020

Definitivamente, vivemos num país de hipócritas.

No mínimo vivemos num país cheio de hipocrisia.

Atire a primeira pedra quem nunca desejou mal a alguém.

A passagem bíblica da mulher adúltera pode ser aplicada perfeitamente aos tempos atuais.

As declarações resgatadas pela mídia onde Jair Bolsonaro deseja a morte da então presidente Dilma, por infarto ou câncer, são bem representativas do momento que estamos vivendo.

Atire a primeira pedra quem nunca desejou o mal ao outro.

Atire a primeira Pedra quem nunca desejou a morte de um desafeto em algum momento da vida. Atire!

Atire a primeira pedra quem nunca sentiu ódio mortal de alguém por ter sido lesado.

 Atire a primeira pedra quem nunca desejou vingar uma traição. Atire!

O mundo, principalmente o mundo político, vive disso, se alimenta disso.

Como disse certa vez Ulysses Guimarães, a política vive e se alimenta da traição, mas odeia os traidores.

Impossível negar isso.

Impossível negar, até mesmo porque a linha que separa amor e ódio é muito estreita.

Qualquer que seja a escala social do indivíduo é assim.

Um episódio bem teresinense pode ilustrar muito bem o que digo.

Certo dia, dois empresários donos de jornais brigaram.

Brigaram feio.

Sempre que um deles viajava, o dono do outro jornal publicava.

O dono do jornal tal embarcou para o Rio de janeiro. Que lá não chegue, que aqui não volte e nem fique no meio do caminho!

É ou não é um desejo explicito de matar alguém?

Chega uma hora que você cansa.

Você cansa de aguentar gente falsa e hipócrita, cansa dos palpites e conselhos sobre sua vida de gente que nem ao menos te conhece.

Você cansa de palavras cheias de veneno, cansa da bondade revestida por puro interesse, cansa de tentar ser o que não é, de agradar quem não merece ser agradado. Cansa desse cinismo todo que envolve nossa sociedade.

A sociedade brasileira finge não enxergar essas coisas que estão no dia a dia da vida, mas se ofende ao extremo quando essa situação alcança seus próprios interesses ou seu próprio bolso.

O homem não entende assim.

O homem não entende essa linguagem.

O homem só entende a linguagem da destruição e da maldade.

Lembrando sempre que ninguém – ninguém mesmo – tem o direito de tirar a vida de alguém.

Ao homem não foi dado o direito de matar.

Ao homem foi dado o supremo direito de viver, mas muitos, infelizmente, ignoram isso.

Chega de tantos  hipócritas.

Chega de tanta hipocrisia!

Leia também

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM