Propaganda do Governo do Estado do Piauí

 As voltas do mundo

21 de agosto de 2020

O mundo dá muitas voltas, realmente.

Por isso não devemos nos surpreender ao reencontrar alguém. A vida é um eterno vai e vem.

Pensando e agindo assim nunca me surpreendo quando reencontro Charles Chaplin, o mítico e mais completo artista inglês de todos os tempos e seus textos maravilhosos:

Já perdoei erros quase imperdoáveis; já tentei substituir pessoas insubstituíveis e esquecer pessoas inesquecíveis.

Já fiz coisas por impulso, já me decepcionei com pessoas que eu nunca pensei que iriam me decepcionar, mas também já decepcionei alguém.

Já abracei para proteger, já dei risada quando não podia; fiz amigos eternos e amigos que eu nunca mais vi.

Já amei e fui amado, mas também já fui rejeitado.

Fui amado e não amei.

Já gritei e pulei de tanta felicidade, já vivi de amor e fiz juras eternas… e quebrei a cara muitas vezes!

Já chorei ouvindo música e vendo fotos, já liguei só para escutar uma voz, já me apaixonei por um sorriso.

Já pensei que fosse morrer de tanta saudade.

Já tive medo de perder alguém especial e acabei perdendo!

 Mas vivi! E ainda vivo.

Não passo pela vida. E você também não deveria passar. Viva!

Bom mesmo é ir à luta com determinação, abraçar a vida com paixão, perder com classe e vencer com ousadia, por que o mundo pertence a quem se atreve.

E a vida é muito para ser insignificante.

A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios. Por isso, cante, chore, dance, ria e viva intensamente, antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos.

No palco da vida, cansei de ser apenas um ator usando máscaras e passei a ser o roteirista que escreve o próprio espetáculo.

Muitas pessoas passam por nossas vidas. Algumas por mais que nos esforcemos são como cometas, somem rapidamente, outras não. Bastam um simples olhar para descobrirmos que jamais serão esquecidas por mais que o tempo passe.

Mas com a vida aprendemos. E aprendemos muito.

Aprendemos que não podemos exigir o amor de ninguém.

Aprendemos que poderemos passar anos construindo uma verdade e destruí-la em apenas alguns segundos.

A vida ensina que devemos aproveitar o presente, como um presente que da vida recebemos, e usá-lo como um diamante que nós mesmos temos que lapidar, dando-lhe forma da maneira que escolher.

Viva a vida!

Leia também

Contato
  • (86) 99972-0111
  • jornalismo@teresinafm.com.br


Anuncie conosco
  • (86) 98153-2456
  • comercial@teresinafm.com.br
Teresina FM